Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Há 20 anos, o desabafo de Zagallo: ‘Vocês vão ter que me engolir’

Resposta do treinador da seleção brasileira aos críticos após o título da Copa América de 1997 entrou para a história do futebol nacional

Há 20 anos, em 29 de junho de 1997, Mário Jorge Lobo Zagallo soltou um desabafo que entrou para a história do futebol brasileiro: “Vocês vão ter que me engolir“, gritou o técnico da seleção brasileira, após a vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia, na decisão da Copa América em La Paz. 

O treinador, que já havia conquistado quatro títulos mundiais (dois como jogador, em 1958 e 1962, um como técnico, em 1970, e um como auxiliar, em 1994), se sentia perseguido por parte da imprensa e, assim que a partida terminou, recorreu aos microfones da Band e da Globo para mandar seu recado.

Veja também

Com dificuldade para manter a respiração a mais de 3.000 metros de altitude, Zagallo não citou nomes, mas deixou clara sua revolta com os críticos. “Ganhamos, com dificuldade. Não tínhamos a mesma dificuldade… mas tínhamos o coração. É para você. Vocês sabem quem são. Não preciso dizer mais nada. Vocês vão ter que me engolir!”, disse.

Diante da insistência da imprensa, foi ainda mais duro. “Foi sensacional a vitória. Uma vitória lutada, no sangue, na raça, na vontade. Daquele que ama o Brasil, não daqueles que repudiam”, berrou.

 

A frase “vocês vão ter que me engolir” virou uma febre no Brasil e motivou uma série de piadas em programas humorísticos da época. E atravessou gerações, como comprovou Neymar, que no ano passado repetiu a expressão em seu desabafo após a conquista do título olímpico na Rio-2016.

Zagallo seguiu firme no cargo e ainda conquistaria a Copa das Confederações de 1997 e o vice-campeonato na Copa do Mundo de 1998. Aos 85 anos, o ídolo do futebol brasileiro vive no Rio e vem se recuperando dos recentes problemas de saúde.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Um dos maiores personagens da história do nosso futebol, como jogador e técnico, vida longa ao lobo!

    Curtir

  2. AUGUSTO MARAJÓ

    E, em 1998, conduziu a seleção a uma das maiores decepções em copas do mundo.

    Curtir

  3. mario cesar pera

    Este pseudo-treinadeiro nunca ganhou nada pelas suas mãos. Como jogador da Seleçao foi coadjuvante, tanto que nas Copa de 58 e 62 comumente os astros lembrados sao sempre outros, como Gilmar, Didi, Garrincha, Pelé, Vavá, Belini…
    Sobre a Copa de 70 todos sabem que o time fora montado por Saldanha e quem comandava era o trio Gerson, Capitão C. A. Torres e Pelé.
    Nas vezes que Zagallo foi comandar segundo suas decisões perdemos em 1974 (fiasco); 1998 lembro e sabido e como auxiliar de Parreira em 2006 igualmente todos sabemos.
    Nunca venceu um Campeonato Brasileiro, que dirá Libertadores ou torneio de maior importância.
    Um enganador impulsionado pela imprensa e alguns baba ovo.

    Curtir