Garoto que comoveu futebol inglês morre aos 6 anos

Bradley Lowery, mascote do Sunderland e querido por todas as torcidas, não resistiu à batalha contra um câncer raríssimo

A Inglaterra está de luto nesta sexta-feira com a confirmação da morte de Bradley Lowery. O garoto de seis anos, que emocionou todo o país em suas aparições em estádios de futebol, não resistiu a uma intensa luta contra um neuroblastoma,  tipo de câncer muito raro que atinge, em sua maioria, crianças menores de cinco anos de idade. A notícia foi comunicada pelos pais do menino, símbolo da torcida do Sunderland, que gerenciavam uma página de apoio no Facebook.

“Meu corajoso garoto se foi com os anjos nesta sexta-feira, nos braços de mamãe e papai e com toda a família ao redor. Bradley era nosso super-herói e suportou uma enorme luta, mas alguém precisou dele em outro lugar. Não existem palavras que descrevam como nossos corações estão destruídos. Obrigada a todos pelas mensagens de apoio e suporte. Descanse em paz, garotinho, e voe alto com os anjos”, disse o comunicado.

A luta do garoto inglês iniciou-se quando ele era apenas um bebê, de um ano e seis meses.  A família buscou ajuda e apoio financeiro para custear o tratamento, mas ao final do ano passado, os médicos diagnosticaram o estado terminal da doença. O Sunderland e vários outros clubes do Campeonato Inglês, além da seleção nacional, receberam em suas partidas e prestaram auxílio em seu tratamento.

O garotinho se tornou muito próximo do atacante Jermain Defoe, seu ídolo, que defendeu o clube até o final da temporada e se transferiu para o Bournemouth. Nesta quinta-feira, o atacante chorou em entrevista coletiva ao falar da relação com o pequeno, um dia antes da morte de Bradley.

Diversos clubes da Inglaterra e também a seleção inglesa enviaram suas condolências nas redes sociais e Bradlew Lowery se tornou rapidamente o assunto mais comentado do Twitter.