Filho de Guerra, do Palmeiras, melhora e já brinca no hospital

Assael, de 3 anos, se afogou na piscina de casa na última quarta. Jogador completa 32 anos neste domingo e segue fora do time por causa do drama familiar

O meia Alejandro Guerra, do Palmeiras, tem motivos de sobra para comemorar neste domingo. Além de celebrar seu aniversário de 32 anos, o jogador venezuelano já vê seu filho Assael completamente fora de perigo. O menino de três anos se afogou na piscina de casa na última quarta-feira, mas se recuperou bem e já brinca com o pai no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado.

A mãe do menino e esposa do jogador publicou neste domingo um vídeo em que Assael aparece brincando sob o olhar atento de Guerra. Nas imagens, a criança se movimenta normalmente. “Hoje Assael está melhor, para glória de Deus. Obrigada a todos pelas orações”, escreveu a mãe da criança.

A pedido da família, o hospital não tem divulgado boletins médicos e não há confirmação sobre quando Assael receberá alta. Assael foi encontrado na piscina de sua casa, no bairro de Alphaville, e levado imediatamente ao hospital na última quarta-feira.

Por causa do acidente doméstico, Guerra deixou o Equador às pressas naquela tarde e não participou da derrota por 1 a 0 para o Barcelona de Guayaquil, pelas oitavas de final da Libertadores. Guerra também dispensado dos treinos e não enfrentará o Cruzeiro, neste domingo, em Belo Horizonte. Seu colega de clube Felipe Melo compartilhou o vídeo do filho de Guerra. “Glória a Deus por esse milagre”. O Palmeiras, por sua vez, parabenizou o jogador pelo aniversário de 32 anos.