Ex-jogador do Parma confessa ter assassinado mãe e irmã

Corpos foram encontrados pelo irmão mais velho do jogador

O ganês Solomon Nyantakyi, volante que passou pelas divisões de base do Parma, da Itália, foi preso nesta quarta-feira em Milão e confessou ter assassinado a mãe e a irmã. O jogador, de 21 anos, que estava sem clube, era procurado desde ontem, depois que os corpos das vítimas, Nfum Patiente, de 43 anos, e Magdalene, de apenas 11, foram localizados em casa, na cidade de Parma.

Promessa da base da equipe do norte do país, o ganês chegou a atuar no time principal na temporada 2014/2015, sob o comando do técnico italiano Roberto Donadoni. Após cair de rendimento na própria base do Parma, Nyantakyi chegou a ser emprestado para equipes modestas do país, como o Tuttocuoio e o Imolese.

Segundo as investigações, o jogador, que estaria sofrendo de depressão, matou a mãe e a irmã, provavelmente, à facadas. Os corpos das vítimas foram encontrados pelo irmão mais velho do ex-Parma, Raymond.

Em 2014, com 18 anos, gravou um vídeo contando sua vida para um repórter do Parma. O jogador revelava que tinha acabado de chegar à Itália com sua mãe, irmão e irmãzinha.

(com EFE)