Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enquete: qual jogador mais decepcionou no Brasileirão?

Alguns jogadores que seriam destaques em seus times não renderam o que se esperava

Sejam figurões há algum tempo nos clubes, sejam contratações caras, o torcedor espera sucesso de alguns jogadores para boa colocação de seu time  no Campeonato Brasileiro. Mas algumas vezes a esperança vira decepção. PLACAR/VEJA separou sete exemplos de decepções do torneio:

Walter – Atlético-GO

Depois de deixar o rival Goiás, Walter chegou ao Atlético-GO como esperança de gols. Fez apenas oito jogos neste torneio, com um gol marcado, e é coadjuvante de Everaldo. Jogou os 90 minutos em apenas quatro partidas.

Walter - Atlético-GO

Cueva – São Paulo

A lesão atrapalhou o meia peruano, mas a crise do time influenciou muito na queda de desempenho do camisa 10. São oito jogos, sem gol marcado nem assistências.

Cueva - São Paulo

Robinho – Atlético-MG

O atacante do Atlético-MG viveu uma excelente temporada em 2016, com 25 gols em 55 jogos (12 no Campeonato Brasileiro). Em 2017, após 11 partidas do Brasileirão, o meia marcou apenas um gol. Foi alvo de críticas até de seu companheiro de time, Marcos Rocha, que o chamou de egoísta por não tocar a bola.

Robinho - Atlético-MG

Diego Cavalieri – Fluminense

O goleiro foi titular desde sua chegada, em 2011. Foi um dos principais nomes do elenco no título brasileiro de 2012, mas hoje é reserva de Júlio César. Fez apenas três partidas no Brasileiro e sofreu seis gols. Também sofre com lesões desde o final do ano passado.

Diego Cavalieri - Fluminense

Borja – Palmeiras

Grande decepção do palmeirense na temporada 2017. Contratação mais cara do futebol brasileiro, o artilheiro que chegou do Atlético Nacional secou sua fonte de gols – dois na primeira partida no Campeonato Brasileiro e depois apenas mais um, em sete partidas jogadas em 13 rodadas.

Borja - Palmeiras

Alex Muralha – Flamengo

Após um ótimo começo de ano e a convocação para a seleção brasileira, o goleiro começou a ter problemas no Flamengo. Teve algumas falhas e foi criticado por torcedores. Perdeu espaço para o jovem Thiago. No Brasileiro, foram cinco jogos, quatro gols sofridos e apenas uma vitória.

Alex Muralha - Flamengo

Ricardo Oliveira – Santos

Artilheiro do Brasileiro de 2015, com 20 gols, e artilheiro santista no torneio de 2016, com onze, Ricardo Oliveira vem sofrendo com lesões. No ano, são 17 jogos e apenas quatro gols. Em quatro partidas no Campeonato Brasileiro, ainda não marcou.

Ricardo Oliveira – Santos