Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

E se Cristiano Ronaldo e Messi ficarem fora da Copa da Rússia?

Seleções de Portugal e Argentina correm riscos nas Eliminatórias. Para os maiores craques da última década, esta pode ser a última chance de título

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi já fazem parte do time dos maiores jogadores de todos os tempos, mas ainda lhes falta a consagração máxima: um título de Copa do Mundo. Já perto da fase final de suas carreiras – o português tem 32 anos, dois a mais que o argentino -, os craques enxergam o Mundial da Rússia como provável última chance de erguer a taça mais desejada do futebol. No entanto, na rodada final das Eliminatórias, Cristiano e Messi se veem em uma situação apavorante (inclusive para a Fifa): a chance de a dupla não ir a Rússia existe e não é tão pequena.

Tanto Argentina quanto Portugal ainda dependem de si próprios, mas a situação dos sul-americanos é mais delicada. Precisará vencer o Equador, em Quito, para se garantir ao menos na repescagem. Se tropeçar, terá de torcer por uma grande combinação de resultados (confira, detalhadamente, todas as situações possíveis). Vice-campeã em 2014 no Maracanã, a Argentina não fica fora de um Mundial desde 1970.

Portugal ainda pode avançar diretamente nas Eliminatórias da Europa. Atualmente, o atual campeão continental ocupa a segunda colocação do Grupo B, com 21 pontos, três a menos que a líder Suíça. Nas rodadas finais, Portugal enfrentará Andorra, fora de casa, e a própria Suíça, em casa, em jogo decisivo na próxima terça-feira. Duas vitórias devem classificar Portugal, que tem melhor saldo de gols que os suíços.

No entanto, caso termine em segundo na chave, Portugal terá de disputar a repescagem europeia e pode cruzar com seleções fortes, como Espanha ou Itália. A seleção portuguesa, que ainda persegue seu primeiro título, não fica fora de um Mundial desde 1998.

Uma eventual ausência na Copa poderia pesar bastante na disputa entre Messi e Cristiano pelo recorde de prêmios de melhor do mundo. O argentino tem cinco troféus e deve ser alcançado em 2017 pelo português, o favorito ao prêmio The Best, da Fifa.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Seria péssimo, né!?

    Curtir