Despedida de ídolo do River terá D’Alessandro, Sorín e Mascherano

Festa para o atacante Fernando Cavenaghi reunirá grandes personalidades do futebol argentino no Monumental de Núñez

Grandes nomes do futebol argentino como Juan Pablo Sorín, Pablo Aimar, Javier Mascherano, Javier Saviola e Andrés D’Alessandro foram convidados para disputar o amistoso de despedida do atacante Fernando Cavenaghi, ídolo do River Plate, no dia 1º de julho, no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

Cavenaghi anunciou a aposentadoria em dezembro do ano passado, quando atuava pelo APOEL, do Chipre. O ex-jogador de 33 anos acumula três passagens pelo River Plate, clube que mais defendeu durante a carreira. Ele também passou por Bordeaux, Spartak Moscou, Mallorca, Villarreal e Internacional de Porto Alegre.

Outros nomes muito identificados com o River foram convidados para a festa, como os argentinos Martín Demichelis, Mateo Musacchio, Matías Kranevitter, Marcelo Gallardo, Esteban Cambiasso, Leonardo Ponzio, Lucho González e Ariel Ortega, o colombiano Teófilo Gutiérrez, o chileno Marcelo Salas e o uruguaio Enzo Francescoli. Também haverá “convidados especiais”, como os ex-tenistas David Nalbandian e Guillermo Coria.

“Vai ser uma grande festa riverplatense, cheia de amigos. Somos cerca de 70 jogadores, acredito que vamos ter que jogar cinco minutos cada”, disse entre risos Cavenaghi durante uma coletiva de imprensa concedida nesta quarta-feira. “Poder me despedir desta forma é um grande privilégio. Nunca teria sonhado com isso, é muito. É um grande orgulho”, acrescentou o ex-capitão do River Plate, com o qual conquistou seis vezes o Campeonato Argentino, uma Copa Sul-Americana, uma Recopa Sul-Americana e uma Taça Libertadores.

O goleiro Barovero e o atacante Cavenaghi, do River, levantam o troféu da Libertadores

Cavenaghi, (segundo da esq. para a dir.) levanta o troféu da Libertadores de 2015 (Juan Mabromata/AFP)

(com EFE)