Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De Lugano a Neymar, o caminho do PSG rumo à glória

Relembre as principais contratações do time a partir de 2011, quando o investimento do Catar transformou o PSG em uma potência financeira

O Paris Saint-Germain passou a ser uma das grandes forças compradoras do futebol europeu a partir de 2011, com a chegada do investimento do Catar. Logo na primeira temporada sob o comando do magnata Nasser Ghanim Al-Khelaifi o clube da capital francesa – pelo qual brilharam Raí e Ronaldinho Gaúcho, entre outros brasileiros nos tempos de “vacas magras” –, contratou quase um time inteiro. A presença do astro sueco Zlatan Ibrahimovic elevou o patamar do PSG entre 2012 e 216, mas nada se compara à chegada de Neymar, confirmada nesta quarta-feira. Com o brasileiro, o sonho de Khelaifi de vencer a Liga dos Campeões e se tornar um gigante do esporte se torna cada vez mais possível.

David Beckham, Zlatan Ibrahimovic, Edinson Cavani, Ángel Di María, Julian Draxler e outras estrelas foram chegando durante as últimas temporadas, nas quais o PSG venceu tudo na França, mas não avançou na Liga dos Campeões. Nos primeiros anos, os reforços foram mais modestos, como o uruguaio Diego Lugano, hoje no São Paulo, e o zagueiro brasileiro Alex.

Veja quais foram as principais contratações do clube, temporada a temporada, e o que conquistaram:

2011/2012

Principais reforços: Salvatore Sirigu (Palermo, goleiro), Alex (Chelsea, zagueiro), Lugano (Fenerbahçe, zagueiro), Maxwell (Barcelona, lateral esquerdo), Blaise Matuidi (Saint-Étienne, volante), Mohamed Sissoko (Juventus, volante), Thiago Motta (Inter de Milão, volante), Javier Pastore (Palermo, meia), Jérémy Ménez (Roma, meia) e Kévin Gameiro (Lorient, atacante).

Campeonato Francês: vice-campeão, três pontos atrás do Montpellier.
Copa da França: eliminado nas quartas de final, para o Lyon.
Copa da Liga francesa: eliminado nas oitavas de final para o Dijon.
Liga Europa: eliminado na fase de grupos

Pastore comemora junto com Nenê o gol na vitória do PSG sobre o Dínamo de Kiev na estreia da Liga dos Campeões da UEFA

Pastore ao lado do brasileiro Nenê, que já estava no clube francês (Charles Platiau/Reuters/VEJA)

2012/2013

Principais reforços: Gregory van der Wiel (Ajax, lateral direito), Thiago Silva (Milan, zagueiro), Marco Verratti (Pescara, volante), David Beckham (LA Galaxy, meia), Lucas Moura (São Paulo, meia), Ezequiel Lavezzi (Napoli, atacante) e Zlatan Ibrahimovic (Milan, atacante).

Campeonato Francês: campeão.
Copa da França: eliminado nas quartas de final, para o Evian.
Copa da Liga francesa: eliminado nas quartas de final para o Saint-Étienne.
Liga dos Campeões: eliminado nas quartas de final para o Barcelona.

Ibrahimovic comemora com David Beckham, após seu gol contra o Olympic de Marseille pelo campeonato francês

Ibrahimovic e David Beckham atraíram muitos holofotes a partir de 2012 (Gonzalo Fuentes/Reuters/VEJA)

2013/2014

Principais reforços: Lucas Digne (Lille, lateral esquerdo), Marquinhos (Roma, zagueiro), Yohan Cabaye (Newcastle, meia) e Edinson Cavani (Napoli, atacante).

Campeonato Francês: campeão.
Copa da França: eliminado na segunda rodada, para o Montpellier.
Copa da Liga francesa: campeão.
Supercopa da França: campeão.
Liga dos Campeões: eliminado nas quartas de final para o Chelsea.

O brasileiro Marquinhos marcou o primeiro gol na vitória do PSG sobre o Bayer Leverkusen, na partida válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões

O brasileiro Marquinhos chegou junto à Roma e se tornou um dos melhores do mundo (Yoan Valat/EFE/VEJA)

2014/2015

Principais reforços: Serge Aurier (Toulouse, lateral direito) e David Luiz (Chelsea, zagueiro)

Campeonato Francês: campeão.
Copa da França: campeão.
Copa da Liga francesa: campeão.
Supercopa da França: campeão.
Liga dos Campeões: eliminado nas quartas de final para o Barcelona.

David Luiz se apresenta ao PSG

David Luiz ficou apenas duas temporadas no PSG,, antes de retornar ao Chelsea (LIONEL BONAVENTURE / AFP/VEJA)

2015/2016

Principais reforços: Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt, goleiro), Layvin Kurzawa (Monaco, lateral esquerdo), Benjamin Stambouli (Tottenham, volante) e Ángel Di María (Manchester United, meia).

Campeonato Francês: campeão.
Copa da França: campeão.
Copa da Liga francesa: campeão.
Supercopa da França: campeão.
Liga dos Campeões: eliminado nas quartas de final para o Manchester City.

Di María já realizou exames em Doha, no Catar, antes de ser anunciado como reforço do Paris Saint-Germain

Di María realizou exames em Doha, no Catar, antes de ser anunciado no PSG (Aspetar Hospital/AFP)

2016/2017

Principais reforços: Thomas Meunier (Club Brugge, lateral direito), Grzegorz Krychowiak (Sevilla, volante), Hatem Ben Arfa (Nice, meia), Giovani Lo Celso (Rosario Central, meia), Julian Draxler (Wolfsburg, meia), Jesé (Real Madrid, atacante) e Gonçalo Guedes (Benfica, atacante).

Campeonato Francês: vice-campeão, oito pontos atrás do Monaco.
Copa da França: campeão.
Copa da Liga francesa: campeão.
Supercopa da França: campeão.
Liga dos Campeões: eliminado nas oitavas de final para o Barcelona.

O jogador da Alemanha Julian Draxler

No ano passado, PSG “economizou”: o alemão Draxler foi o principal reforço (Boris Streubel/Getty Images)

2017/2018

Principais reforços até agora: Daniel Alves (Juventus, lateral direito), Yuri Berchiche (Real Sociedad, lateral esquerdo) e Neymar (Barcelona, atacante)

Supercopa da França: campeão.

Neymar comemora com Daniel Alves gol contra Camarões no Mané Garrincha, em Brasília

Neymar e Daniel Alves gol se reencontrarão no PSG (Ivan Pacheco/VEJA.com/VEJA/VEJA/VEJA/VEJA/VEJA)