Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cristiano fala sobre problemas fiscais: ‘Durmo bem e tranquilo’

Atacante afirmou não ter preocupações com acusações e ainda criticou vaias da torcida do Real: "Nunca passei por isso em Manchester"

Assim como Lionel Messi e Neymar, Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, enfrenta problemas com a Justiça espanhola. O atacante português é acusado de sonegar cerca de 15 milhões de euros (cerca de 55 milhões de reais), referentes ao período entre 2011 e 2014. Em entrevista a Josep Pedrerol, da La Sexta TV, da Espanha, o jogador disse estar tranquilo em relação aos temas fiscais.

“A verdade é que estou muito, muito tranquilo. Sei que estas coisas se solucionam da melhor forma. Digo do fundo do meu coração e olhando para a câmera: quando você faz as coisas bem, vai para a cama tranquilo. Eu durmo muito bem, graças a Deus, sempre’. É assim que, tranquilo, penso única e exclusivamente na final da Champions“, afirmou. “Quando todos fazem seu trabalho bem, é preciso estar tranquilo”, completou.

Durante a entrevista, Cristiano aproveitou para falar sobre as vaias que eventualmente recebe de sua própria torcida. De acordo com o português, isso não acontecia no Manchester United, time que defendeu entre 2003 e 2009 e venceu nove títulos. No início da semana, o ex-jogador inglês Michael Owen afirmou, em entrevista ao “Mirror“, que a habilidade de Ronaldo foi construída no clube da Inglaterra, ao lado do ex-treinador Alex Ferguson.

“Eu não gosto e não é normal que te vaiem em seu próprio estádio. Eu simplesmente não gosto. Quando você está em um momento difícil é quando precisa de mais apoio extracampo, e algumas vezes isso não acontece. Passei muitos anos em Manchester e isso nunca aconteceu comigo, nenhuma vez. Talvez a Inglaterra seja um caso isolado, a mentalidade é diferente”, completou.

Nesta terça-feira, logo após o treinamento de preparação para a grande final da Liga dos Campeões, contra a Juventus, o camisa 7 do Real disse que considera sua equipe melhor que a rival deste sábado e que “humildade demais não é bom”. Espanhóis e italianos decidem o principal torneio da Europa em Cardiff, no País de Gales, às 15h45 (de Brasília).