Com Mano Menezes, Cruzeiro tem campanha de G4

Clube com Mano tem aproveitamento quase igual ao do rival Atlético-MG

O Cruzeiro renasceu com Mano Menezes. Desde que assumiu a equipe, foram 12 partidas e 63,9% de aproveitamento, que seria suficiente para deixar a equipe no G4 do torneio deste ano.

Nestas 12 partidas, os números do Cruzeiro praticamente dobraram para melhor. O clube estava próximo à zona de rebaixamento e agora está próximo do G4. O time perdeu apenas uma partida, venceu seis jogos e empatou cinco. Assim, o aproveitamento da equipe é de 63,9% neste período. O vice-líder do Brasileiro, Atlético-MG, tem aproveitamento de 63,7% de aproveitamento. 

No período, o clube mais que dobrou o número de gols. Foram 20 nestas 12 partidas, contra 17 das 22 partidas anteriores. A defesa também parou de sofrer gols. Antes, tinha média de um gol sofrido por jogo (22 e 22 jogos). Agora, a média caiu para 0,83 por partida (10 em 12 jogos).

Além disso, o atacante Willian cresceu muito com a chegada do ex-treinador da Seleção. Foram dez gols em onze partidas. Ele só esteve de fora no empate em 2 x 2 com o Atlético-PR, em Curitiba. Antes de Mano, Willian não havia marcado nenhum gol nas 15 partidas que havia feito com o Cruzeiro, de 22 possíveis.