Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balbuena: zagueiro, artilheiro e…. tradutor do Corinthians

Defensor paraguaio marcou o gol de empate contra o Patriotas, na Colômbia, e depois serviu de tradutor do técnico Fábio Carille na coletiva

O paraguaio Fabián Balbuena foi o grande destaque do Corinthians no empate em  1 a 1 com o Patriotas, da Colômbia, na noite desta quarta-feira, na cidade de Tunja, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. O zagueiro foi bem na defesa, no ataque e também na entrevista coletiva, na qual trabalhou como “tradutor” do técnico Fábio Carille. 

Poucos após marcar o gol de empate, de cabeça, Balbuena foi escolhido o melhor em campo e por isso foi para a entrevista coletiva ao lado do treinador. Ele facilitou o trabalho da imprensa colombiana ao traduzir as perguntas dos jornalistas para português e as respostas de Carille para espanhol. E ainda corrigiu uma gafe de um repórter que trocou o nome do Corinthians pelo do rival.

“Professor, o que o time do São Paulo vai fazer para conseguir a vaga no segundo jogo?”, indagou um repórter colombiano. Balbuena, então, pegou o microfone e disse. “O que a equipe do Corinthians….”, enfatizando o nome do clube e disparando um olhar de reprovação ao profissional da imprensa.

Bem humorado no restante da sua segunda “jornada” de trabalho, Balbuena ainda explicou por que apareceu na área no lance que resultou no empate, já no final do segundo tempo, sendo que não se tratava de uma batida de bola parada. “A gente estava no ataque, só tinha um jogadores dele lá em cima, o centroavante. O Fellipe Bastos recuperou a bola, deu para mim, como eu tinha espaço eu fui na frente”, explicou o camisa 4, que cogitou até arriscar de fora da área, mas confiou mais na sua precisão com a cabeça.

“Aí vi o Fagner para fazer o cruzamento, era a melhor opção, tinha muita gente na área. Também dava para bater no gol, mas eu sabia que tinha muita gente na área e era melhor o cruzamento. A jogada culminou com o gol”, relatou o defensor, elogiado por Carille pela partida e pela rápida tradução das perguntas.

Foi o terceiro gol do zagueiro na temporada, todos marcados nos últimos 15 dias. O primeiro foi contra o Cruzeiro, no dia 14, em Itaquera, decidindo a vitória por 1 a 0. O segundo, também em casa, no dia 22, contra o Bahia, contribuindo para o 3 a 0.  O resultado dá ao Corinthians a possibilidade de empatar sem gols na volta para assegurar vaga nas oitavas de final.

(Com Gazeta Press)