Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético-PR proíbe organizadas e processa torcida do próprio time

Direção do clube paranaense entra com ação judicial contra grupo de torcedores após episódios de violência na semana passada, e veta adereços em seu estádio

A direção do Atlético-PR divulgou nesta quarta-feira em nota oficial a proibição de torcidas organizadas nos jogos da equipe na Arena da Baixada, além de mover uma ação judicial contra o grupo Os Fanáticos, devido a atos de violência causados por membros em dois episódios recentes.

O clube alega que, na derrota para o Grêmio na Copa do Brasil na semana passada, integrantes da organizada quebraram catracas do estádio e invadiram um setor das arquibancadas a que não tinham direito a acesso. E, no dia seguinte, membros dos Fanáticos tentaram acessar à força o Centro Adminstrativo e Técnico do Caju, onde a equipe realiza seus treinamentos.

Com isso, o Atlético-PR decidiu vetar na Arena da Baixada qualquer adereço que represente torcidas organizadas (bandeiras, faixas, vestimentas e instrumentos de percussão), seja da própria equipe ou do time visitante.

Além disso, a direção entrou com ação judicial contra os Fanáticos, para reparação dos danos causados no jogo contra o Grêmio, e proibirá a entrada no estádio de torcedores identificados com o episódio. Isso valerá já para a partida contra o Avaí, nesta quinta-feira, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.