Atlético-PR goleia o Bahia e sobe para o G-6 do Brasileirão

O Furacão paranaense soma a quarta vitória seguida no campeonato; Tricolor baiano se aproxima do Z-4

O Atlético-PR conquistou uma importante vitória na noite deste domingo. Recebendo o Bahia, na Arena da Baixada, em duelo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira do segundo turno, o Furacão fez prevalecer o mando de campo e superou os rivais por 4 a 1 para assumir a sexta colocação na tabela.

O triunfo também foi importante para o Atlético-PR esquecer a dura eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores para o Santos, que aconteceu na última quarta-feira, após o Peixe vencer novamente, desta vez por 1 a 0, na Vila Belmiro.

Somando a quarta vitória consecutiva neste Brasileiro, o Furacão tentará manter a ótima sequência no próximo domingo, quando terá o difícil duelo contra o Grêmio, fora de casa, às 11h (de Brasília). Já o Bahia necessita urgente de três pontos para se afastar da briga contra a zona de rebaixamento. O Tricolor baiano vai a campo também no próximo domingo, às 16h, contra o Vasco, na Arena Fonte Nova.

O jogo – O primeiro tempo foi bastante agitado. Com ambas as equipes propondo o jogo, quem compareceu na Arena da Baixada pôde acompanhar uma disputa equilibrada, embora tanto o Bahia como o Atlético-PR tenham apresentado algumas deficiências na hora de finalizar as jogadas.

Tendo de substituir Jonathan, com um incômodo na coxa, o técnico Fabiano Soares acabou optando por Cascardo para substituir o lateral-direito. No entanto, logo após o jogador entrar em campo, os donos da casa acabaram sofrendo gol. Aproveitando cruzamento pela direita, Mendoza, livre, finalizou de primeira para carimbar a trave antes de a bola estufar as redes e colocar o Bahia em vantagem.

Mal deu tempo de os torcedores baianos comemorarem o gol fora de casa, e o Atlético-PR respondeu. Aos 24 minutos, Matheus Reis bate com o braço na bola em disputa dentro da área com Lucas Fernandes. Nikão foi para a cobrança e colocou a bola no cantinho, sem chances para Jean, que pulou para o lado oposto.

Na segunda metade do primeiro tempo o Atlético-PR ainda quase conseguiu a virada, aos 35 minutos, em cabeçada de Fabrício, que passou muito próximo do gol. Mendoza, aos 37, em chute fora da área, também assustou o goleiro Weverton, mandando pela linha de fundo.

Se na etapa inicial o jogo foi equilibrado, no segundo tempo só deu Atlético-PR. Aos seis minutos os donos da casa logo transformaram a mudança de postura em gol com Thiago Heleno, que aproveitou cobrança de falta de Guilherme para cabecear sem chances para o goleiro Jean.

Com a boa vantagem construída, o Atlético-PR baixou o ritmo nos minutos finais e se propuseram a administrar o placar. Ainda assim, antes do apito final, Nikão aproveitou falha do Bahia para arrancar pela esquerda, jogar na área e, após chute de Guilherme, Sidcley não desperdiçou o rebote e transformou o triunfo em goleada.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR 4 X 1 BAHIA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de agosto de 2017, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Eduardo, Matheus Reis, Éder e Zé Rafael (Bahia); Thiago Heleno e Matheus Rossetto (Atlético-PR)

GOLS: Mendoza, aos 20 minutos do 1ºT (Bahia); Nikão, aos 24 minutos do 1ºT, Thiago Heleno, aos seis minutos do 2ºT, Éder, contra, aos 13 minutos do 2ºT, e Sidcley, aos 40 minutos do 2ºT (Atlético-PR)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno (Zé Ivaldo), Wanderson e Fabrício; Pavez, Matheus Rosseto, Guilherme, Nikão e Lucas Fernandes (Sidcley); Ribamar. Técnico: Fabiano Soares

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Éder e Matheus Reis; Edson (Juninho), Renê Júnior, Régis (João Paulo) e Zé Rafael (Gustavo Ferrareis); Mendoza e Rodrigão. Técnico: Preto Casagrande

(com Gazeta Press)