Argentina divulga sua convocação com Icardi e sem Agüero

Ainda sem ter assumido oficialmente o cargo de técnico da seleção, Jorge Sampaoli faz a lista para disputar os amistosos contra Brasil e Cingapura

Jorge Sampaoli ainda não foi confirmado oficialmente como treinador da Argentina, mas já elaborou sua primeira lista de convocados no cargo. Nesta sexta-feira, a Associação de Futebol Argentino (AFA) anunciou os 20 jogadores que atuam no exterior e que disputarão os amistosos contra Brasil e Cingapura, com uma série de novidades e ausências. Algumas horas antes, o técnico do Sevilla havia informado que assumirá o cargo na seleção nacional após o fim do Campeonato Espanhol.

Entre as mudanças, uma das mais comentadas é a convocação de Mauro Icardi. O atacante, destaque da Inter de Milão, não recebeu mais oportunidades na seleção da Argentina desde que causou polêmica ao assumir relacionamento com a ex-esposa de Maxi López, seu ex-companheiro no clube italiano. Outras novidades: o zagueiro Mammana, do Lyon, os meio-campistas Salvio, do Benfica, Guido Rodríguez, do Tijuana-MEX, Paredes, da Roma, e Lanzini, do West Ham, e os atacantes Joaquín Correa, do Sevilla, e Alejandro Gómez, da Atalanta.

A principal ausência na lista de Sampaoli é o atacante Sergio Agüero, do Manchester City. O novo treinador deverá completar a convocação com mais três nomes que jogam em clubes argentinos. A seleção vai encarar o Brasil no dia 9 de junho, em Melbourne, Austrália, e depois Cingapura, no dia 13, em Kallang, Cingapura.

Confira a lista de convocados da seleção argentina para os amistosos de junho:

Goleiros: Romero (Manchester United-ING), Guzman (Tigres-MEX) e Rulli (Real Sociedad-ESP)
Defensores: Mascherano (Barcelona-ESP), Mammana (Lyon-FRA), Mercado (Sevilla-ESP) e Otamendi (Manchester City-ING)
Meias: Salvio (Benfica-POR), Biglia (Lazio-ITA), Banega (Valencia-ESP), Lanzini (West Ham-ING), Paredes (Roma-ITA) e Guido Rodríguez (Tijuana-MEX)
Atacantes: Messi (Barcelona-ESP), Higuaín (Juventus-ITA), Joaquin Correa (Sevilla-ESP), Alejandro Gomez (Atalanta-ITA), Icardi (Internazionale-ITA), Di Maria (Paris Saint-Germain-FRA) e Dybala (Juventus-ITA)

(Com Estadão Conteúdo)