Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A coleção de vexames de times brasileiros na América do Sul

Palmeiras e Atlético-MG se juntam a Corinthians, Flamengo e São Paulo em derrotas para times inexpressivos em competições sul-americanas nos últimos anos

Desde 2010, as equipes brasileiras colecionam eliminações na Copa Libertadores e na Copa Sul-Americana para adversários inexpressivos e com pouca tradição no continente. As mais recentes aconteceram nesta quarta-feira, em que Palmeiras e Atlético-MG, campeões sul-americanos, não foram capazes de superar o Barcelona, do Equador, e o Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Corinthians, São Paulo e Flamengo também protagonizaram vexames recentes que causaram ira em seus torcedores, e viraram motivo de piada para os adversários.

Relembre as eliminações de times brasileiros mais notáveis nos últimos anos nas competições sul-americanas.

2011 – Corinthians x Tolima (COL) 

Com Ronaldo em campo e Tite como treinador, o Corinthians foi eliminado pelo Tolima ainda na primeira fase da Libertadores. Após um empate em 0 a 0 no jogo de ida, em São Paulo, a equipe colombiana venceu por 2 a 0 em casa. O Tolima tem pouca tradição no continente. Seu maior feito foi ter chegado à fase semifinal da Libertadores em 1982. A derrota corintiana é motivo de piada até hoje.

2015 – Corinthians x Guaraní (PAR)  

Quatro anos depois, o Corinthians veria outra “zebra” derrotá-lo na Libertadores. Novamente com Tite, o time foi eliminado pelo Guaraní nas oitavas. Os paraguaios venceram as duas partidas: 2 a 0 em Assunção, e 1 a 0 em São Paulo. Em seguida, a equipe chegaria às semifinais, em sua melhor campanha na história do torneio. Desta vez, a eliminação do Corinthians não foi tão dolorosa quanto a para o Tolima em 2011.

2016 – Flamengo x Palestino (CHI) 

No ano passado, foi a vez do Flamengo perder para uma equipe sem expressão na América do Sul. Nas oitavas da Copa Sul-Americana, a equipe treinada por Zé Ricardo foi eliminada pelo Palestino, do Chile – que tem como maiores glórias o bicampeonato nacional em 1955 e 1978. O time brasileiro venceu o jogo de ida fora de casa por 1 a 0, mas perdeu por 2 a 1 na volta, em Cariacica (ES). As duas equipes se enfrentaram novamente em 2017 pelo torneio, e o Flamengo vingou a derrota.

2017 – São Paulo x Defensa y Justicia (ARG)  

Neste ano, o São Paulo sofreu uma das maiores derrotas de sua história para o Defensa y Justicia, uma equipe de pouca tradição na Argentina, onde nunca foi campeã nacional. Na primeira fase da Copa Sul-Americana, as equipes empataram em 0 a 0 no jogo de ida, e em 1 a 1 na volta, em São Paulo. O Defensa se classificou pelo gol marcado fora de casa.

2017 – Palmeiras x Barcelona (EQU) 

O Palmeiras sofreu nesta quarta-feira uma das eliminações mais doloridas de sua história, para o Barcelona do Equador, nas oitavas da Libertadores. A equipe paulista foi superada nos pênaltis em casa, após vencer por 1 a 0 no tempo normal. A equipe de Guayaquil chegou duas vezes à final da competição, em 1990 e 1998, e perdeu ambas.

2017 – Atlético-MG x Jorge Wilstermann (BOL)  

Também pelas oitavas da Libertadores, o Atlético-MG não conseguiu superar o Jorge Wilstermann nesta quarta-feira. Pela primeira vez na história da competição, um time boliviano eliminou um brasileiro nesta fase: venceu por 1 a 0 em casa, e segurou o empate em 0 a 0 para avançar no torneio.