Internet

Site de 'pessoas bonitas' expulsa 30.000 'feias'

Segundo BeautifulPeople.com, vírus teria permitido cadastramento indiscriminado

Thinkstock

(Thinkstock/VEJA)

Mais de 30.000 usuários foram banidos do site de relacionamento BeautifulPeople.com, cuja proposta é aceitar como usuárias exclusivamente "pessoas bonitas". A expulsão foi uma reação dos gestores do serviço a um vírus, que teria infectado o sistema, permitindo que milhares de pessoas se cadastrassem no site sem atender o requisito básico: ser "boa pinta".

Segundo Greg Hodge, diretor do BeautifulPeople.com, o vírus foi identificado prontamente e todos os membros da rede foram avisados sobre o problema. Não há pistas da autoria do crime, mas a empresa desconfia do envolvimento de um ex-funcionário.

Para participar da comunidade, os interessados precisam responder a um questionário, que inclui questões sobre características físicas. Além disso, uma foto do candidato é avaliada pelos usuários do serviço, que o aceitam ou não.

Segundo dados do próprio serviço, candidatos provenientes dos Estados Unidos, Dinamarca e França registram as maiores taxas de aprovação: um em cada sete postulantes é aceito entre as "pessoas bonitas". Britânicos, russos e poloneses estão entre os mais rejeitados.

Desde seu lançamento, em 2001, o site já negou o cadastro para cerca de 5,5 milhões de pessoas. Atualmente, o site possui uma base de 700.000 membros em todo o mundo.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados