Mais Lidas

  1. STF barra crédito extra de 100 milhões de reais para publicidade do governo

    Brasil

    STF barra crédito extra de 100 milhões de reais para publicidade do...

  2. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  3. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  4. Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

    Mundo

    Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

  5. Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

    Brasil

    Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

  6. Cunha chama reajuste no Bolsa Família de irresponsabilidade fiscal

    Brasil

    Cunha chama reajuste no Bolsa Família de irresponsabilidade fiscal

  7. 1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

    Brasil

    1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

  8. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

Playstation Network volta a operar no Brasil

Rede de jogos volta com instabilidade e sem a loja virtual PS Store

- Atualizado em

Usuários do PlayStation 3 podem jogar uns com os outros através do PlayStation Network
Usuários do PlayStation 3 podem jogar uns com os outros através do PlayStation Network (Divulgação/VEJA)

Após 26 dias no escuro, a rede de jogos on-line da Sony para o console PlayStation 3 - a Playstation Network - finalmente voltou a funcionar no mundo. No último domingo, o sistema estava disponível apenas para residentes dos Estados Unidos e alguns países da Europa. Nesta segunda-feira, o acesso voltou para os residentes da América Latina, incluindo o Brasil - onde a rede não está oficialmente representada. De acordo com a companhia, os serviços de jogos e comunicação estão funcionais, mas ainda não há uma previsão para a volta da loja virtual, a PS Store.

Para acessar o serviço, o usuário deve fazer uma nova atualização do sistema e torcer para não ser afetado pela instabilidade da rede. A Sony também aponta que os cadastrados no serviço devem fazer a alteração de suas senhas o quanto antes.

A PSN saiu do ar após um ataque realizado entre os dias 16 e 17 de abril, divulgado apenas no dia 19 abril pelo presidente da companhia. A invasão chegou a expor mais de 78 milhões de contas com dados como nomes, telefones e endereços dos cadastrados. Menos de 30 dias depois foi a vez da rede Sony Online Entertainment, criadas para jogos de computador, ser atacada. Na ocasião, cerca de 26 milhões de contas foram comprometidas, incluindo o vazamento de 12,5 milhões de números de cartões de crédito.

Leia mais:

Rede do PlayStation 3 volta a funcionar nos EUA, ainda sem previsão no Brasil

Os 10 piores furtos de dados eletrônicos

Invasão de redes da Sony expõe calcanhar de Aquiles do e-commerce

No Brasil, indenização a vítimas de furto de dados não é garantida

TAGs:
Playstation
Sony