Redes Sociais

IPO do Facebook pode ser adiado para junho

Segundo emissora americana, rede social estaria agora mais interessada em investimentos e aquisições de patentes

Facebook ofereceu detalhes sobre a compra do site de compartilhamento de fotos Instagram

Facebook ofereceu detalhes sobre a compra do site de compartilhamento de fotos Instagram (Justin Sullivan/Getty Images)

Informações divulgadas na última segunda-feira pelo Facebook podem causar o adiamento da oferta pública inicial de ações (IPO) da rede social na bolsa de valores. De acordo com a rede americana CNBC, os executivos da companhia estariam mais preocupados com os recentes acordos firmados com empresas do setor de tecnologia e nos recentes investimentos em produtos e patentes.

O IPO estava originalmente previsto para o dia 17 de maio, mas a recente movimentação da rede criada pelo jovem Mark Zuckerberg mostra que a empresa talvez não esteja pronta para entrar no mercado, aponta a emissora.

Leia também
Facebook tem 900 milhões de usuários; 5% são brasileiros
Facebook caminha para maior IPO de tecnologia
Microsoft vende patentes da AOL ao Facebook


Ontem o Facebook atualizou seu prospecto preliminar para sua oferta pública inicial, apontando que o lucro e a receita da companhia diminuíram nos primeiros três meses de 2012, em comparação com o último trimestre do ano anterior. Detalhes sobre a aquisição do Instagram também foram divulgados no documento.

O lucro no trimestre encerrado em 31 de março foi de 205 milhões de dólares, 32% abaixo dos 302 milhões de dólares registrados nos últimos três meses de 2011. A receita, por sua vez, recuou 6% do quarto trimestre de 2011 para os primeiros três meses de 2012, passando de 1,1 bilhão de dólares para pouco mais de 1 bilhão de dólares.

Em comparação com o mesmo período do ano anterior, o lucro caiu 12% e a receita aumentou 45%. No período, as despesas do Facebook praticamente dobraram, passando de 343 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2011 para 677 milhões de dólares no mesmo período de 2012.

A atualização do prospecto preliminar da empresa foi feita em documentos registrados junto à Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos. No documento, a rede social informa ter pago 300 milhões de dólares em dinheiro e 23 milhões de ações a 30,89 dólares cada pelo serviço de compartilhamento de fotos Instagram – um negócio de aproximadamente 1 bilhão de dólares no total.

Também na última segunda-feira, a Microsoft anunciou nesta segunda-feira que fechou um acordo para vender ao Facebook, por cerca de 550 milhões de dólares, a maior parte do portfólio de patentes que comprou da AOL. Após o anúncio, as ações da Microsoft registraram queda de 0,85% em Nova York.

(Com agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados