Apple

Crime

iPads são furtados da fábrica da Foxconn em Jundiaí

Boletim aponta que porta da sala onde estavam os aparelhos não foi violada

Foxconn

Foxconn: Empresa diz que não vai falar sobre o roubo de iPads (Reprodução/VEJA)

Na última segunda-feira, sete iPads foram furtados da fábrica da taiwanesa Foxconn em Jundiaí, São Paulo. O incidente foi registrado na quarta-feira por funcionários da empresa, mas só hoje a informação foi divulgada para a imprensa. De acordo com o boletim, os aparelhos estavam trancados em uma sala da área de Tecnologia da Informação – onde o acesso é restrito.

Não ficou claro se as unidades furtadas foram produzidas pela fábrica. Desde sua instalação no país, a Foxconn negou diversas vezes que estaria fabricando os tablets.

O documento aponta que portas e cadeados do setor não foram forçados e que os responsáveis pela segurança do imóvel devem abrir uma sindicância interna para investigar ocorrência. A Foxconn afirmou apenas que não vai se pronunciar sobre o assunto.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados