Web

FBI quer criar sistema para monitorar redes sociais

Documento anuncia busca por empresas interessadas em desenvolver o sistema

O programa deverá ser capaz de fazer buscas por todo conteúdo publico do Facebook e do Twitter

O programa deverá ser capaz de fazer buscas por todo conteúdo publico do Facebook e do Twitter (Comstock/Getty Images/VEJA)

O FBI procura empresas interessadas em construir um sistema de monitoramento de redes sociais. As empresas podem se candidatar até o dia 10 de fevereiro.

Segundo o FBI, o programa deverá ser capaz de fazer buscas em todo o conteúdo público de redes sociais como Facebook e Twitter, procurando palavras relacionadas a terrorismo, crimes virtuais e outros assuntos que interessem à agência. 

Os agentes devem ser capazes de visualizar o local de onde foram postados tweets e atualizações suspeitos em um mapa, que também deverá contar com a localização de bases militares, detalhes de ataques anteriores e vídeos de câmeras que monitoram o trânsito.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados