Pesquisa

Pimenta pode reduzir pressão alta

Pimenta reduz pressão

(Getty Images/VEJA)

A substância que torna a pimenta picante ajuda a proteger os vasos sanguíneos

A pimenta é a mais nova aliada no tratamento contra hipertensão. Um estudo chinês descobriu que a substância que torna a pimenta picante é responsável também por aumentar a produção de óxido nítrico - molécula que protege os vasos sanguíneos contra inflamação e disfunção.

O cientista Zhiming Zhu, chefe da pesquisa feita pela Terceira Universidade Militar Médica da China, alimentou ratos hipertensos com uma dieta rica nessa substância, a capsaicina, e verificou a redução da pressão arterial com o passar do tempo. Pesquisas anteriores já haviam relacionado a capsaicina à redução do quadro de hipertensão, mas a diferença da abordagem chinesa foi a avaliação a longo prazo.

Conforme os pesquisadores, ainda é cedo para afirmar se o tratamento em humanos será tão satisfatório quanto se observou em roedores. Também não se pode determinar, ainda, a quantidade de pimenta de deveria ser ingerida para um resultado positivo.

No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, pelo menos 17 milhões de brasileiros apresentam sintomas de pressão alta. O estudo chinês foi publicado na edição do mês de agosto do periódico americano Cell Metabolism.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados