Dermatologia

Os melhores tratamentos dermatológicos que chegarão em breve ao Brasil

Nem todas as tecnologias que chegam aos consultórios médicos são, de fato, novas e eficazes. Saiba quais são, na opinião de bons especialistas, as mais promissoras dentre todas as que devem desembarcar logo por aqui

Vivian Carrer Elias
Mulher com celulite

Mulher com celulite (Thinkstock/VEJA)

A indústria da beleza não para. A cada ano, entram no país novos equipamentos que prometem combater a celulite, a gordura localizada, manchas na pele e até doenças dermatológicas mais sérias. Bom para os pacientes. Porém, no meio de tanta tecnologia nova, é preciso saber o que realmente é inovador, eficaz e seguro. O site de VEJA conversou com dermatologistas para saber quais, na opinião deles, são os tratamentos mais promissores que devem chegar em breve ao Brasil. Conheça os quatro preferidos dos médicos e o que esperar de cada um:

Novos tratamentos dermatológicos que devem chegar em breve ao Brasil

1 de 4

Tratamento não invasivo para hiperidrose

O Miradry é um aparelho que emite de forma não invasiva micro-ondas às glândulas sudoríparas de regiões do corpo onde há excesso de suor. O calor dessas ondas destrói as glândulas, mas não queima a pele. Segundo o médico Alexandre Fillipo, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, a primeira sessão do tratamento destrói 85% das glândulas sudoríparas da região tratada, e são necessárias até três sessões para que o problema seja resolvido — estudos mostraram que pessoas submetidas à abordagem não apresentaram hiperidrose por pelo menos dois anos.
 
Um dos tratamentos disponíveis atualmente para a hiperidrose é a aplicação de toxina botulínica - que precisam ser feitas por seis meses ou até um ano. Os dermatologistas esperam que o novo equipamento chegue ao Brasil no segundo semestre deste ano, mas, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda não há pedido para que seja registrado na agência. Nos Estados Unidos, onde o Miradry já é utilizado nos consultórios, uma sessão do tratamento pode custar de 2.000 a 3.000 dólares.

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados