Mais Lidas

  1. Kátia Abreu 'se despede' e faz juras de lealdade a Dilma

    Brasil

    Kátia Abreu 'se despede' e faz juras de lealdade a Dilma

  2. Alvo da PGR, Dilma ataca Delcídio – mas não explica suspeitas

    Brasil

    Alvo da PGR, Dilma ataca Delcídio – mas não explica suspeitas

  3. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  4. Seis detalhes importantes da sexta temporada de ‘Game of Thrones’

    Entretenimento

    Seis detalhes importantes da sexta temporada de ‘Game of Thrones’

  5. A última semana de Dilma: agenda cheia e clima de derrota

    Brasil

    A última semana de Dilma: agenda cheia e clima de derrota

  6. Relator da comissão no Senado apresenta hoje parecer sobre impeachment

    Brasil

    Relator da comissão no Senado apresenta hoje parecer sobre impeachment

  7. Pacote de ‘bondades’ de Dilma deixa bomba fiscal de R$ 10 bilhões

    Economia

    Pacote de ‘bondades’ de Dilma deixa bomba fiscal de R$ 10 bilhões

  8. PMDB insatisfeito com espaço no governo do... PMDB

    Brasil

    PMDB insatisfeito com espaço no governo do... PMDB

Especialista tira dúvidas sobre a infecção urinária

Saiba como se prevenir, quais são os sintomas e como é feito o tratamento

- Atualizado em

As principais vítimas da infecção urinária são as mulheres. Cerca de 30%, entre 15 e 50 anos, podem ter o problema. Nos homens, é bem mais raro, mas a incidência aumenta após os 40 anos. Isso acontece porque tais infecções, embora possam ser facilitadas pelas relações sexuais, não são doenças sexualmente transmissíveis. Ninguém pega infecção urinária do parceiro. O que acontece é que o sexo pode facilitar que bactérias da vagina migrem para o sistema urinário. O urologista Luciano Nesralah, coordenador médico do Instituto da Próstata do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, explica por que é importante saber quais são os sintomas - há diferença entre os sintomas no homem e na mulher - e como se prevenir.

*O conteúdo destes vídeos é um serviço de informação e não pode substituir uma consulta médica. Em caso de problemas de saúde, procure um médico.

*Com reportagem de Aretha Yarak

TAGs:
Pergunte ao Médico