Mais Lidas

  1. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  4. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  5. Dilma deve anunciar reajuste de até 9,5% no Bolsa Família

    Brasil

    Dilma deve anunciar reajuste de até 9,5% no Bolsa Família

  6. Petrolão atinge cúpula do PT no Senado

    Brasil

    Petrolão atinge cúpula do PT no Senado

  7. Obama, o piadista, tira sarro de Trump em jantar

    Mundo

    Obama, o piadista, tira sarro de Trump em jantar

  8. Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

    Esporte

    Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

Beber 2 litros de água por dia não traz benefícios à saúde

Especialista afirma que não há evidências científicas que comprovem tal tese perpetuada. A exceção diz respeito a pessoas com histórico de pedras nos rins

- Atualizado em

Consumo diário: ingestão de seis a oito copos por dia pode trazer riscos à saúde, segundo pesquisa
Consumo diário: ingestão de seis a oito copos por dia pode trazer riscos à saúde, segundo pesquisa(Thinkstock/VEJA)

Beber cerca de dois litros de água por dia pode não trazer benefício algum à saúde. Em pesquisa publicada no British Medical Journal, a médica escocesa Margareth McCartney afirma que não há evidências científicas seguras que comprovem a eficácia do alto consumo de água. Ela sugere ainda que o exagero poderia trazer problemas ao organismo.

"Não há evidências científicas confiáveis dos benefícios de se beber grandes quantidades de água. Mas o mito de que não se bebe o suficiente é perpetuado por vários defensores", diz Margareth. A médica faz referência à organização Hydration for Health (Hidratação para Saúde, em tradução literal), criada pela empresa Danone e que incentiva o consumo de água, e ao National Health Institute, organização de saúde da Grã-Bretanha, que recomenta a ingestão de seis a oito copos diários de água ou outros líquidos.

Exceção - De acordo com a pesquisa, os únicos benefícios comprovados da alta ingestão de água dizem respeito a pacientes com histórico de pedras nos rins. "Parece, portanto, que a água não é uma solução simples para vários problemas de saúde", pontua.

Margareth coloca em xeque ainda relatos anteriores de que o consumo elevado de água em crianças melhoraria a concentração e a performance mental e reduziria os riscos de obesidade. Segundo a pesquisadora, também não há evidências científicas que comprovem essas teses.

Especialistas na área indicam que o consumo de água deva estar vinculado à sede, exceto em crianças e idosos que podem não sentir sede. Períodos longos de seca ou de muito calor também pedem uma atenção extra ao consumo de água.