Diagnóstico

14 sintomas que devem levá-lo imediatamente ao médico

Da perda de peso a crises de vômitos sem explicação, alguns sinais do corpo podem servir como indicadores de graves problemas de saúde

Aretha Yarak
Casos de vômito repentino podem ser um prenúncio de infarto ou mesmo um indicativo de problemas vascular, digestivo ou neurológico

Casos de vômito repentino podem ser um prenúncio de infarto ou mesmo um indicativo de problemas vascular, digestivo ou neurológico (Thinkstock)

Sede intensa, perda de peso sem motivo aparente ou um caso de febre persistente. Algumas mudanças bruscas no funcionamento do corpo podem ser o primeiro indicador visível de doenças ou disfunções do organismo. Ao surgimento desses sintomas, especialistas são unânimes em alertar: procure um médico imediatamente. Quanto antes uma doença, um problema ou um transtorno forem diagnosticados, maiores são as chances de sucesso do tratamento.

De acordo com Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, a demora em procurar ajuda médica pode resultar em complicações no tratamento que poderiam, muitas vezes, serem evitadas. "O ideal é que se procure um médico já nas primeiras 48 horas após o aparecimento desses sintomas", diz.

Confira abaixo uma relação de 14 sintomas elencados por especialistas consultados por VEJA, que devem servir como um sinal de alerta importante. Ao surgimento de algum deles, o ideal é que um médico seja procurado para o devido diagnóstico do problema.

14 sintomas que não podem ser ignorados

1 de 14

Perda de peso sem causa aparente

Uma perda involuntária de mais de 10% do peso corporal nos últimos seis meses deve ser investigada. Diversas condições médicas podem causar o súbito emagrecimento. Entre elas estão o hipertireoidismo, o diabetes, a depressão e outros distúrbios psicológicos, doenças do fígado, cânceres ou outras doenças que interferem na maneira como o corpo absorve nutrientes.

 

* Fontes: Alfredo Salim, clínico geral e médico de família do Hospital Sírio-Libanês; Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica; Arnaldo Lichtenstein, clínico geral do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP); Clínica Mayo

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados