Por: Gabriela Loureiro - Atualizado em

Na mesma semana em que a repressão na Síria completa cinco meses, o presidente americano, Barack Obama, pediu a saída do ditador Bashar Assad - pela primeira vez abertamente -, no que foi imediatamente seguido pela União Europeia. A violência das forças de segurança contra manifestantes que reivindicam a queda do regime aumenta à medida que os opositores ganham mais força e a pressão internacional cresce. Entenda o que está por trás do conflito, que ainda parece longe de acabar:

TAGs:
Bashar Assad
Mundo Islâmico
Síria