Mais Lidas

  1. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  2. Só a Globo vai transmitir o Brasileirão 2016. Crise deixa a Band de fora

    Esporte

    Só a Globo vai transmitir o Brasileirão 2016. Crise deixa a Band de...

  3. PGR pede para incluir Lula e cúpulas do PT e PMDB em inquérito sobre quadrilha do petrolão

    Brasil

    PGR pede para incluir Lula e cúpulas do PT e PMDB em inquérito...

  4. Aécio fala em 'receio' de que ministério de Temer se pareça com o de Dilma

    Brasil

    Aécio fala em 'receio' de que ministério de Temer se pareça com o...

  5. Dilma indica que não renuncia: 'Injustiça vai ficar visível'

    Brasil

    Dilma indica que não renuncia: 'Injustiça vai ficar visível'

  6. Lavenère faz discurso do medo e diz que impeachment é ‘pena de morte’ de Dilma e de programas sociais

    Brasil

    Lavenère faz discurso do medo e diz que impeachment é ‘pena de...

  7. Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

    Entretenimento

    Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

  8. De Beyoncé a Madonna, saiba quem brilhou — ou assustou — no baile do MET

    Entretenimento

    De Beyoncé a Madonna, saiba quem brilhou — ou assustou — no baile...

Garçom do papa que vazou documentos secretos é preso

Vaticano vai interrogar assistente de Bento XVI responsável pelo VaticanLeaks

- Atualizado em

Bento XVI chegou a criar uma comissão de inquérito para investigar VaticanLeaks
Bento XVI chegou a criar uma comissão de inquérito para investigar VaticanLeaks(Vincenzo Pinto / AFP/VEJA)

O homem com a posse ilegal de documentos secretos da Santa Sé que vazaram à imprensa no caso VaticanLeaks foi preso pela polícia Vaticana nesta sexta-feira - e ele era o assistente de câmara (garçom) do papa, Paolo Gabriele, segundo a imprensa italiana. O 'corvo da Santa Sé', como é conhecido na Itália, foi direcionado para o 'promotor de Justiça' do Vaticano, Nicola Picardi.

O vice-diretor da sala de imprensa do pequeno estado, Ciro Benedittini, que informou sobre a detenção, ainda não confirmou o nome do detido. Enquanto isso, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, informou que os agentes da polícia local haviam encontrado os documentos secretos com uma pessoa que seria questionada 'para maiores averiguações'.

A prisão ocorreu após as investigações dos últimos dias, pelo Vaticano, para esclarecer os casos de vazamento de documentos secretos enviados ao papa Bento XVI e seu secretário. Os procedimentos que levaram à localização e prisão de Gabriele foram realizados segundo as instruções da comissão de cardeais e sob a direção do promotor de Justiça.

A comissão de cardeais, formada por três membros - Julián Herranz, Jozef Tomko e Salvatore De Giorgi -, foi criada depois da rede de televisão italiana A7 publicar cartas enviadas pelo ex-secretário-geral do governo da Cidade do Vaticano, Carlo Maria Viganó, a Bento XVI, nas quais denunciava a 'corrupção e má gestão' na administração vaticana. No último dia 19, o livro Sua Santidade, as Cartas Secretas de Bento XVI, do jornalista Gianluigi Nuzzi, chegou às livrarias com uma centena de documentos vazados do Vaticano que revelam tramas e intrigas no pequeno estado.

(Com agência EFE)

TAGs:
Itália
Papa
Vaticano