Mais Lidas

  1. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  2. "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

    Mundo

    "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

  3. Em gravação, ministro da Transparência faz crítica à Lava Jato e dá conselho a Renan

    Brasil

    Em gravação, ministro da Transparência faz crítica à Lava Jato e dá...

  4. Família de jovem vítima de estupro coletivo no Rio dispensa advogada

    Brasil

    Família de jovem vítima de estupro coletivo no Rio dispensa advogada

  5. Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

    Entretenimento

    Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

  6. Gorila é morto após menino cair em jaula de zoológico nos EUA

    Mundo

    Gorila é morto após menino cair em jaula de zoológico nos EUA

  7. Ana Hickmann S/A: um sucesso construído a dois

    Entretenimento

    Ana Hickmann S/A: um sucesso construído a dois

  8. Vítima de estupro coletivo no Rio critica delegado: 'Tentaram me incriminar'

    Brasil

    Vítima de estupro coletivo no Rio critica delegado: 'Tentaram me...

Washington está paralisada por tempestade que já matou 23 pessoas nos Estados Unidos

A capital americana, que inclui o segundo sistema de metrô mais movimentado do país, manteve a suspensão das operações para todo o domingo

- Atualizado em

Tempestade de neve cai sobre Nova York e cobre a cidade de branco, neste domingo (24)
Tempestade de neve cai sobre Nova York e cobre a cidade de branco, neste domingo (24)(Francois Xavier Marit/AFP)

A tempestade de neve que paralisou o nordeste dos Estados Unidos, matando 23 pessoas, segue prejudicando várias cidades do país. A capital Washington se manteve inacessível neste domingo, por causa de voos cancelados e devido ao colapso do sistema de transporte. Nova York, por sua vez, pôs fim ao bloqueio de viagens para a região, apesar de o local ter sido seriamente atingido pela nevasca.

Treze pessoas morreram em acidentes de carro relacionados ao clima em Arkansas, Carolina do Norte, Kentucky, Ohio, Tennessee e Virgínia, no sábado. Uma pessoa morreu em Maryland e três em Nova York, enquanto removiam a neve. Dois morreram de hipotermia na Virgínia, disseram autoridades.

Na costa de Nova Jersey, região duramente atingida em 2012 pelo furacão Sandy, a tempestade causou altas marés.

As ruas de Washington estavam desertas nesta manhã, com a maior parte das principais vias do centro da cidade já limpas. A Autoridade de Trânsito da Área Metropolitana da capital americana, que inclui o segundo sistema de metrô mais movimentado do país, manteve a suspensão das operações para todo o domingo.

A nevasca foi a segunda maior na história de Nova York, com 68 centímetros de neve no Central Park à meia-noite de sábado. Na manhã deste domingo a tempestade tinha de deslocado para o litoral, com alguns resquícios em Long Island e Cape Cod.

Já o governador de Nova York, Andrew Cuomo, retirou uma proibição de viagens nas rodovias da região de Nova York e Long Island às 7 da manhã deste domingo. O estado de emergência imposto por Cuomo continua valendo.

Cerca de 3.750 voos estavam cancelados na cidade, e 700 cancelados para segunda-feira, segundo o site de monitoramento aéreo FlightAware.com.

Voos já começaram a pousar no aeroporto internacional John F. Kennedy, na região de Nova York, e em breve poderão também decolar, disse Cuomo em uma conferência de imprensa. A United Airlines disse que não irá operar em aeroportos da região da Washington neste domingo, retomando as atividades gradualmente na segunda-feira.

(Com agência Reuters)

TAGs:
Nova York
Washington