- Atualizado em

Silvio Berlusconi: ex-premiê é acusado de abuso de poder no caso Ruby
Silvio Berlusconi: ex-premiê é acusado de abuso de poder no caso Ruby(Filippo Monteforte/AFP/VEJA)

A jovem dominicana Marysthelle Polanco, uma das mulheres que participou das festas privadas de Silvio Berlusconi, conhecidas como "bunga bunga", disse nesta sexta-feira que chegou a se fantasiar de Barack Obama para agradar o ex-primeiro-ministro italiano.

Entenda o caso

  1. • A marroquina Karima el-Mahroug, conhecida como Ruby Rubacuore ("Rouba Corações", em italiano) tinha 17 anos quando contou a magistrados de Milão que compareceu a festas na casa de Berlusconi.
  2. • A jovem, que estava ilegalmente na Itália, foi presa em maio de 2010, por roubar 4.000 euros, e imediatamente libertada após uma ligação do "amigo" poderoso.
  3. • Em janeiro de 2011, a Justiça abriu um processo contra o ex-premiê italiano, que é acusado de abuso de poder (por ter pedido para que Ruby fosse solta) e por incitação à prostituição de menores (pois teria feito sexo com a jovem - o que ambos negam).
Leia mais no Tema 'Silvio Berlusconi'

Marysthelle, uma das jovens que se alojava num apartamento cedido por ele no complexo residencial Milano 2, testemunhou nesta sexta-feira em uma nova audiência do caso Ruby, no qual Berlusconi está sendo julgado por promover a prostituição de menores e abuso de poder.

A jovem disse ainda que se caracterizou como a promotora Ilda Boccassini, que já investigou o ex-primeiro-ministro. "Eu me disfarcei de Boccassini, com a toga por cima, e também de Obama, para fazê-lo rir", disse a dominicana durante a audiência pública realizada no Palácio de Justiça de Milão.

Detalhes - Marysthelle, que na sua chegada ao tribunal prometeu que faria revelações inéditas, disse que nas festas de Berlusconi em sua mansão em Arcore não ocorria nada de muito "atrevido" e que as convidadas "não se deixavam tocar nem tocavam as partes íntimas" de Berlusconi. "Eu costumava me vestir no estilo burlesco, com calcinhas e sutiãs muito elaborados e com plumas. Nunca vi nenhuma menina nua", assegurou.

O testemunho da dominicana era um dos mais esperados do caso Ruby, no qual Berlusconi é acusado de abuso de poder por ter ligado para uma delegacia onde a jovem marroquina estava presa, no dia 27 de maio de 2010, para pedir que ela fosse solta. A Promotoria de Milão diz ainda que Berlusconi manteve relações sexuais com Ruby quando ela tinha 17 anos, entre fevereiro e maio de 2010, e por isso ele é acusado de incitação à prostituição de menores.

(Com agência EFE)

TAGs:
Itália
Silvio Berlusconi
Barack Obama