Mais Lidas

  1. 1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

    Brasil

    1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  4. Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

    Mundo

    Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

  5. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  6. Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

    Brasil

    Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

  7. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  8. Petrolão atinge cúpula do PT no Senado

    Brasil

    Petrolão atinge cúpula do PT no Senado

Governo holandês aprova proibição total do uso da burca

Antes da Holanda, França e Bélgica já aprovaram leis contra o uso do véu

- Atualizado em

Depois de França e Bélgica, Itália também proíbe as burcas
Depois de França e Bélgica, Holanda também proíbe as burcas e niqabs (foto)(Noah Seelam/AFP/VEJA)

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, o governo holandês anunciou que aprovou a proibição do uso de burca em lugares públicos. Está também vetado o uso de qualquer vestimenta que cubra totalmente o rosto, como o niqab. A medida foi sancionada pelo Conselho de Ministros, mas ainda tem que ser aprovada pelo Parlamento e pelo Senado para entrar em vigor.

No Congresso, a coalizão governista holandesa, composta por liberais e democratas-cristãos, conta com o apoio do partido de extrema-direita PVV, de Geert Wilders. No Senado, porém, o governo não tem maioria.

Uma nota oficial declarou: "A burca entorpece a comunicação pública e é contrária ao princípio de igualdade entre homens e mulheres". Embora seu uso seja justificado por razões religiosas, o comunicado diz que a prática mostra que esse tipo de indumentária não está ligada ao Islã, mas a tradições regionais e culturais. O governo afirma ainda que a medida protege a personalidade e os bons costumes da vida pública na Holanda.

Exceções - A lei, que prevê multa em caso de descumprimento, proíbe o uso da burca em prédios, transportes e demais lugares públicos, além de centros de ensino e hospitais. A medida não é válida para aviões que tenham que fazer escala em aeroportos holandeses. Também não será vetado o uso de vestimentas que cubram o rosto por motivos de saúde, segurança ou profissionais. Será permitido o uso dessas peças, ainda, em ocasiões como as festividades de São Nicolau, Carnaval e dentro de templos religiosos.

Em 2008, a Holanda já havia proibido funcionários do governo de usarem a burca em prédios públicos e escolas. Antes da Holanda, França e Bélgica já aprovaram leis contra o uso do véu islâmico.

(Com agência EFE)

TAGs:
Mundo Islâmico