Mais Lidas

  1. "Não dói no útero, dói na alma", diz vítima de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    "Não dói no útero, dói na alma", diz vítima de estupro coletivo no Rio

  2. Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão

    Brasil

    Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no...

  3. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  4. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  5. China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

    Economia

    China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

  6. OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos no Rio

    Brasil

    OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos...

  7. Após estupro coletivo no Rio, Temer diz que vai criar 'delegacia da mulher' na PF

    Brasil

    Após estupro coletivo no Rio, Temer diz que vai criar 'delegacia da...

  8. Luan Santana termina (de novo) o namoro com Jade Magalhães

    Entretenimento

    Luan Santana termina (de novo) o namoro com Jade Magalhães

FBI divulga imagens de suspeitos do atentado em Boston

Dois homens aparecem nas imagens. Polícia federal pediu ajuda da população para encontrá-los

- Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


O FBI divulgou nesta quinta-feira imagens - fotos e um vídeo - de dois suspeitos de envolvimento com o atentado em Boston. A polícia federal pediu ajuda à população para localizá-los. "Alguém lá fora conhece esses indivíduos", disse o agente especial Richard DesLauriers, chefe do escritório do FBI em Boston, em uma entrevista coletiva.

Ele advertiu que os dois homens podem ser estar armados e são considerados "extremamente perigosos". Ressaltou que ninguém "deve tomar nenhuma atitude" por conta própria ou abordá-los. "Se você vir esses homens, contate a polícia", alertou.

DesLauriers disse ainda que "não há nenhum perigo iminente adicional do qual tenhamos conhecimento neste exato momento".

Caio Blinder: Explosão é a marca do terror moderno

Ele acrescentou que não daria outros detalhes sobre as investigações, porque a "prioridade agora é encontrar os suspeitos".

Ao descrever o processo que levou aos dois suspeitos, o agente disse que foi feita "uma análise muito detalhada de fotos, vídeos e outras provas". Explicou ainda que os dois homens estão sendo tratados pelo FBI, por enquanto, como suspeito 1 e suspeito 2. "Eles parecem estar associados. O suspeito 1 está usando um boné preto, o suspeito 2 está usando o boné branco. O suspeito 2 deixa uma mochila no local da segunda explosão", disse. "Os suspeitos 1 e 2 aparentam estar andando juntos no meio da multidão que acompanhava a maratona na rua Boylston, em direção à linha de chegada".

Leia também:

Leia também: Maratona de Londres: Grã-Bretanha 'quadruplica' segurança

Duas explosões quase simultâneas, perto da linha de chegada da Maratona de Boston, deixaram três mortos e mais de 170 feridos na última segunda-feira. As vítimas fatais foram a estudante chinesa Lu Lingzi, de 23 anos, Krystle Campbell, de 29 anos, e o garoto Martin Richard, de oito anos.

Atentados nos Estados Unidos

O FBI também investiga provas encontradas no local das explosões. Essa parte da investigação se concentra em fragmentos de nylon preto que podem ser de uma mochila usada para colocar explosivos, e partes de uma panela de pressão, que também teria sido usada no atentado. Os itens estão sendo analisados no laboratório do FBI em Quantico, na Virgínia.

Homenagem - Mais cedo nesta quinta, o presidente Barack Obama participou de uma cerimônia em homenagem às vítimas do atentado. "Eu estou aqui em nome do povo americano com uma simples mensagem: Todos ficamos tocados com essa tragédia, estamos todos com vocês", disse o presidente.

"Uma bomba não pode nos destruir, nos atingir. Por isso a gente não se acovarda em medo, por isso nós continuamos na maratona", continuou, falando sobre os responsáveis pelo ataque. "Sim, nós o encontraremos, e sim, nós encontraremos justiça. Mas, mais do que, isso, nossa fidelidade ao nosso modo de vida, nosso espírito de liberdade e democracia, continuará intacto. Nós terminaremos a corrida".

mapa do local das explosões na maratona de Boston
(Com agência Reuters)(VEJA.com/VEJA)
TAGs:
Boston
Terrorismo
Maratona
Estados Unidos