Mais Lidas

  1. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  2. Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

    Entretenimento

    Sonia Abrão abandona programa após ouvir choro

  3. Gorila é morto após menino cair em jaula de zoológico nos EUA

    Mundo

    Gorila é morto após menino cair em jaula de zoológico nos EUA

  4. "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

    Mundo

    "Quando encontrar meu corpo, avise meu marido e minha filha"

  5. Ana Hickmann S/A: um sucesso construído a dois

    Entretenimento

    Ana Hickmann S/A: um sucesso construído a dois

  6. Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

    Brasil

    Veja fotos da casa onde adolescente foi estuprada no Rio

  7. Família de jovem vítima de estupro coletivo no Rio dispensa advogada

    Brasil

    Família de jovem vítima de estupro coletivo no Rio dispensa advogada

  8. Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

    Brasil

    Para Lula, eleição de Dilma foi seu erro mais grave, revela novo áudio

Chávez reaparece e anuncia que pretende voltar na 5ª feira para a Venezuela

Em Cuba para um tratamento contra o câncer, presidente falou à nação pela TV

- Atualizado em

Hugo Chávez em seu primeiro discurso após a quimioterapia em uma passeata em Caracas, Venezuela, em 13/11/2011
Hugo Chávez (Juan Barreto/AFP/VEJA)

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, submetido a um tratamento de radioterapia contra o câncer em Cuba, retomou nesta segunda-feira contato telefônico após vários dias de silêncio e anunciou que planeja retornar na quinta-feira a Caracas, embora ainda tenha que realizar uma nova viagem à ilha para seguir o tratamento.

"Eu devo estar lá em Caracas, se Deus quiser, no dia 26 de abril (...), mas depois vem outra sessão de radioterapia. É preciso continuar o tratamento e outros testes adicionais", disse Chávez, que estava há mais de uma semana em Cuba sem se comunicar com os venezuelanos.

As declarações do presidente foram divulgadas em um programa da rede de televisão oficial VTV.

Chávez está em Cuba há nove dias, onde é submetido aos que se considerava que fossem os últimos ciclos de radioterapia contra uma recorrência do câncer. Sua última aparição pública foi durante um discurso em Caracas, no dia 13 de abril.

Rumores - Com sua ligação telefônica, o mandatário se antecipou a uma série de rumores sobre um agravamento de seu estado de saúde que se propagaram durante o final de semana e que já tinham sido desmentidos no domingo por várias autoridades.

"Teremos que ir nos acostumando, principalmente nos próximos meses, a viver com rumores, porque isso é parte dos laboratórios de guerra psicológica (...) é a estratégia burguesa da direita venezuelana", advertiu o mandatário.

Chávez acrescentou que os "rumores causam estrago" e explicou que, por causa das versões que sugerem o agravamento de seu estado de saúde, teve até que ligar para a sua mãe no domingo para dizer que estava bem.

Até esta segunda-feira, Chávez só tinha se comunicado por meio de sua conta no Twitter, a partir da qual acompanhou os atos oficiais e fez anúncios de governo. No domingo, o silêncio do presidente, inclusive na rede social, desencadeou uma onda de rumores na Venezuela.

"Eu estou nas sessões de radioterapia, o tratamento já está bastante avançado, e para os que dizem isto, aquilo e não sei mais o que (...), precisam perguntar a qualquer pessoa neste mundo que tenha sido submetida à radioterapia para ver quais são os impactos que tem", disse Chávez para justificar seu silêncio, acrescentando que o tratamento aplicado "é duro".

Chávez, de 57 anos, que tentará ser reeleito nas eleições de outubro, está em tratamento em Havana contra uma recorrência do câncer que foi diagnosticado pela primeira vez em meados de 2011.

(Com agência AFP)

TAGs:
Cuba
Hugo Chávez
Venezuela
Câncer