Mais Lidas

  1. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  2. China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

    Economia

    China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

  3. STF dá prazo de cinco dias para Temer se explicar sobre reforma administrativa

    Brasil

    STF dá prazo de cinco dias para Temer se explicar sobre reforma...

  4. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  5. Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

    Brasil

    Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

  6. Ex-ator mirim sobre pedofilia em Hollywood: ‘Fui molestado por várias pessoas’

    Entretenimento

    Ex-ator mirim sobre pedofilia em Hollywood: ‘Fui molestado por...

  7. Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

    Entretenimento

    Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

  8. Em gravação, Renan orienta defesa de Delcídio sobre processo no Senado

    Brasil

    Em gravação, Renan orienta defesa de Delcídio sobre processo no Senado

Cerveja envenenada mata 56 pessoas em Moçambique

Autoridades locais acreditam que a bebida foi contaminada com bílis de crocodilo durante um funeral. Outras 49 pessoas seguem internadas

- Atualizado em

Cerveja
A cerveja contaminada em Moçambique é feita de farinha de milho(Polka Dot Images/Thinkstock/VEJA)

Autoridades de saúde informaram que 56 pessoas morreram ao consumir cerveja contaminada nas regiões de Chitima e Songo, distritos a nordeste da província de Tete, em Moçambique. Outras 49 pessoas seguem internadas em hospitais da região. Segundo o oficial de saúde distrital Alex Albertini, mais 146 pessoas já procuraram hospitais para serem examinadas por suspeita de envenenamento.

As pessoas contaminadas estavam em um funeral no sábado. A Pombe, uma cerveja tradicional de Moçambique, é feita de farinha de milho. Autoridades acreditam que a bebida foi contaminada com bílis de crocodilo durante o funeral. Amostras de sangue e de cerveja estão sendo enviadas para a capital Maputo para serem testadas. Segundo a diretora de Saúde da província, Carle Mosse, é possível que a situação ainda piore, porque a região não tem os recursos necessários para lidar com o desastre.

(Com Associated Press e Estadão Conteúdo)

TAGs:
Cerveja