Terrorismo

Talibã divulga vídeo da execução de policiais paquistaneses

Dezesseis militares haviam sido sequestrados pelo grupo em junho passado

Trecho de vídeo mostra policiais segundos antes da execução

Trecho de vídeo mostra policiais segundos antes da execução (Reprodução Live Leak/VEJA)

O talibã divulgou nesta segunda-feira um vídeo no qual executam 16 policiais paquistaneses que tinham capturado em junho passado durante ataque em uma região na fronteira com o Afeganistão. A cena é forte e, em pouco mais de cinco minutos, mostra os agentes na encosta de uma montanha, organizados em fila e com as mãos amarradas. Os reféns são, então, executados com dezenas de tiros à queima roupa.

Segundo o site Live Leak, um líder do grupo terrorista chama os agentes de "inimigos do islã" e os acusa de terem assassinado menores no vale paquistanês de Swat, no norte do país, onde o Exército lançou uma grande operação contra a insurgência em 2009. "São a polícia paquistanesa, os soldados e seus seguidores que recentemente mataram seis crianças em Swat. Agora são nossos reféns e vingaremos a morte das crianças fazendo o mesmo com eles", diz o talibã.

Pelo menos cinco membros da rede criminosa aparecem mascarados e disparam contra os policiais com rifles kalashnikov, mesmo depois que todos já estão caídos no chão sem esboçar qualquer sinal de vida. Os policiais foram sequestrados após um ataque em 1º de junho por um grupo de talibãs procedentes do Afeganistão, que deixou pelo menos 70 mortos - 45 insurgentes e 25 membros das forças de segurança.

(Com agência EFE)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados