Afeganistão

Médico dos EUA sequestrado por talibãs é libertado

Dilip Joseph havia sido sequestrado no último dia 5, quando visitava uma área no distrito de Sarobi sem avisar previamente às autoridades locais

Os talibãs estão presentes em grande parte do território afegão

Os talibãs estão presentes em grande parte do território afegão (Reuters/VEJA)

Um médico americano que tinha sido sequestrado esta semana pela insurgência talibã foi libertado neste domingo no Afeganistão em uma operação conjunta das forças de segurança locais e dos Estados Unidos, informou a Otan em comunicado. Dilip Joseph, que tinha sido sequestrado no último dia 5, foi libertado em uma região situada no distrito de Sarobi, na província de Cabul, de acordo com a nota. A operação foi lançada com base em informações de que o médico corria "um perigo iminente de lesões ou morte".

Leia também: Cinco pessoas morrem em ataque talibã à base da Otan

"A missão de hoje exemplifica nosso inquebrantável compromisso de derrotar os talibãs", afirmou o general John R. Allen, comandante das forças americanas e da Otan no país asiático.

Segundo declarou o governador de Sarobi, Muhamad Haqbin, à agência afegã AIP, quando foi sequestrado pelos fundamentalistas, Joseph estava visitando uma área do distrito junto com uma equipe médica sem ter informado previamente às autoridades locais.

Os sequestros de voluntários ou trabalhadores estrangeiros são relativamente frequentes no Afeganistão, onde a insurgência talibã e outros grupos afins têm presença em grande parte do território.

(Com EFE e AFP)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados