Estados Unidos

Marmota prevê que inverno terminará cedo nos EUA

Segundo organizadores do "dia da marmota", "Phil" não olhou para a sua sombra

"Phil" participa de festival nos EUA. Marmota apontou que inverno vai acabar mais cedo no país

"Phil" participa de festival nos EUA. Marmota apontou que inverno vai acabar mais cedo no país (Jeff Swensen/AFP/VEJA)

É dia da marmota... mais uma vez. Ao acordar nesta manhã, "Phil", a marmota mais famosa dos EUA não viu sua sombra. Segundo a tradição da pequena Punxsutawney, no estado americano da Pensilvânia, isso significa que o inverno nos Estados Unidos terminará mais cedo neste ano.

A tradição de observar o comportamento do roedor na cidade começou com agricultores alemães que se estabeleceram no estado no século 19. De acordo com os organizadores do evento, esses agricultores costumavam observar o comportamento dos roedores para determinar qual seria o calendário de plantio ao longo do ano. A superstição se tornou com o passar dos anos numa cerimônia.  

A cada dia 2 de fevereiro, uma marmota que está hibernando é retirada de uma gaiola em frente a uma multidão. Segundo a superstição, se o animal observar sua sombra, a multidão pode concluir que o inverno deve durar mais seis semanas. Se nenhuma sombra for vista, a primavera virá mais cedo

Videoteca básica

Feitiço do Tempo

 

Feitiço do Tempo

 

Antes uma mera curiosidade americana, a cerimônia do “dia da marmota” se tornou mundialmente célebre com o filme Feitiço do Tempo (Groundhog day), de 1993. Na trama, um ranzinza e egocêntrico repórter de TV interpretado por Bill Murray vai a Punxsutawney cobrir o dia da marmota. Murray acha a cerimônia a coisa mais jeca e entediante do mundo, e não vê a hora de terminar a reportagem e cair fora. Mas, misteriosamente, acaba ficando preso na cidade. A partir daí, todos os as suas manhãs seguintes começam em Punxsutawney da mesma forma – e, para piorar, é sempre dia da marmota. O enredo do filme acabou se tornando uma referência cultural para rotinas diárias (e não só de jornalistas) que se repetem de maneira tediosa.

Neste ano, por volta das 7h25 locais (10h25 de Brasília), "Phil" - nome com o qual são batizadas todas as marmotas que participaram ou ainda vão participar do festival Punxsutawney - saiu de sua gaiola e, sob um céu nublado e temperatura abaixo de zero, não conseguiu ver sua sombra. Cerca de 20.000 pessoas eram esperadas neste ano na cidade para ver "Phil" e participar das festividades, de acordo com o Clube da Marmota, que é responsável pela cerimônia.

Desde que começou a tradição, Phil viu sua sombra cem vezes, e em 16 ocasiões não a enxergou. As previsões do roedor nem sempre são corretos. No ano passado, ele "previu" mais seis semanas de inverno, mas segundo as estatísticas oficiais, em fevereiro as temperaturas foram mais altas do que o normal para a época, e o mês março foi o mais quente em décadas.

(Com Agência EFE)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados