Europa

Ataque a escola judaica na França deixa 4 mortos

Três das vítimas são crianças, que tinham três, seis e dez anos de idades

Alunos da escola judaica Ozar Hatorah choram a perda de colegas em ataque nesta segunda-feira

Alunos da escola judaica Ozar Hatorah choram a perda de colegas em ataque nesta segunda-feira (REMY GABALDA / AFP/VEJA)

Três crianças e um adulto foram mortos a tiros nesta segunda-feira em um ataque a uma escola judaica na cidade de Toulouse, no sul da França. As crianças tinham três, seis e dez anos de idade. A confirmação das mortes foi anunciada pelo procurador Michel Valet. De acordo com a agência de notícias Associated Press, três vítimas são da mesma família: um pai de 30 anos e seus dois filhos.

O primeiro balanço informava três mortos e duas pessoas gravemente feridas pelos tiros de um homem que circulava em uma moto e utilizou duas armas. Uma das armas era do mesmo calibre da utilizada no assassinato de dois soldados de um regimento de paraquedistas em Toulouse e Montauban.

"Existem elementos para que se imagine seriamente um vínculo entre esta matança e os recentes assassinatos de militares", afirmou  Valet. O criminoso abriu fogo contra todas as pessoas que estavam diante do colégio Ozar Hatorah de Toulouse, segundo o procurador. "Ele atirou contra tudo o que tinha pela frente, crianças e adultos. As crianças foram perseguidas até dentro da da escola."

(Com agência France-Presse)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados