Mais Lidas

  1. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  2. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  3. Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão

    Brasil

    Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no...

  4. China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

    Economia

    China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

  5. Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

    Brasil

    Alexandre de Moraes: 'Todos serão investigados'

  6. Johnny Depp nega pensão para ex-mulher

    Entretenimento

    Johnny Depp nega pensão para ex-mulher

  7. Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

    Entretenimento

    Família de Johnny Depp 'odiava' Amber Heard

  8. Nova HQ revela que Capitão América, na verdade, é um vilão

    Entretenimento

    Nova HQ revela que Capitão América, na verdade, é um vilão

Vágner Love chora em apresentação no Flamengo

Atacante usará a camisa 99, e deixará Deivid com a 9

- Atualizado em

Vágner Love assinou com o Flamengo até dezembro de 2014
Vágner Love assinou com o Flamengo até dezembro de 2014(Celso Pupo/ Fotoarena/VEJA)

"Para vestir esta camisa tem que gostar, e eu amo esse clube. Se puder morrer aqui, eu quero morrer aqui"

O atacante Vágner Love foi apresentado na manhã desta sexta-feira no estádio de remo do Flamengo, no Rio de Janeiro. O jogador veio do CSKA Moscou (Rússia) e assinou contrato até o final de 2014. Love chorou ao receber a camisa das mãos da presidente Patricia Amorim. "É um dia de muita emoção. Para vestir esta camisa tem de gostar, e eu amo esse clube. Eu quero morrer aqui. Vou representar dentro de campo cada torcedor que deixa de comprar leite e fralda para ver o Flamengo jogar", disse o atacante.

Vágner Love jogou pelo Flamengo em 2010, por empréstimo de seis meses. Patricia Amorim disse que Love era o principal desejo da torcida para este ano. "Era unanimidade, não só pelos gols, mas pelo que representa." Mesmo sem atuar neste ano, Vágner Love disse que está bem fisicamente e prometeu ficar pronto em poucos dias para fazer a reestreia pelo Flamengo com a camisa 99 (Deivid ficará com a 9), no Campeonato Carioca, dia 12, contra o Nova Iguaçu, ou no dia 18, contra o Resende. Em 2010, marcou 23 gols em 29 jogos pelo Flamengo. "Quero melhorar a média de gols. Chegou a hora de o Flamengo ser campeão da Libertadores novamente. Em 2010 ficamos muito perto." (Com agência Gazeta Press)
TAGs:
Flamengo