Mais Lidas

  1. Ursinho, fraldas e um chocalho de ouro: confira a lista de presentes da princesa Charlotte

    Mundo

    Ursinho, fraldas e um chocalho de ouro: confira a lista de...

  2. Brasil foi vítima de estelionato eleitoral, diz procurador do TCU

    Brasil

    Brasil foi vítima de estelionato eleitoral, diz procurador do TCU

  3. Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

    Brasil

    Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

  4. Anatel considera bloqueio desproporcional, e WhatsApp diz que 100 milhões de brasileiros foram punidos

    Vida Digital

    Anatel considera bloqueio desproporcional, e WhatsApp diz que 100...

  5. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  6. Jon Snow e o spoiler que todos já sabiam

    Entretenimento

    Jon Snow e o spoiler que todos já sabiam

  7. Moro transfere João Santana e ex-senador para presídio em Curitiba

    Brasil

    Moro transfere João Santana e ex-senador para presídio em Curitiba

  8. Desinteresse por sexo: isso é mais comum do que se imagina

    Saúde

    Desinteresse por sexo: isso é mais comum do que se imagina

UFC 156: Demian usa jiu-jitsu, vence e sobe na categoria

Ao derrotar o duro Jon Fitch por pontos, o brasileiro entra na fila do cinturão

- Atualizado em

Jon Fitch e Demian Maia na pesagem do UFC 156, em Las Vegas
Jon Fitch e Demian Maia na pesagem do UFC 156, em Las Vegas(Josh Hedges/Zuffa LLC/Divulgação/VEJA)

A primeira luta envolvendo um brasileiro no card principal do UFC 156, na madrugada deste domingo, em Las Vegas, colocou frente a frente um especialista em finalizações, Demian Maia, e um atleta conhecido por sua notável capacidade em escapar delas, o americano Jon Fitch. Confirmando as expectativas, o encontro, na categoria peso meio-médio, foi exatamente assim: Demian passou a luta toda tentando imobilizar o oponente enquanto Fitch resistia e buscava escapar do jiu-jitsu do brasileiro. O americano manteve o retrospecto de não ser finalizado, mas o domínio de Demian nos três rounds foi tão claro que rendeu ao brasileiro uma vitória por decisão unânime dos juízes. É a terceira vitória consecutiva do brasileiro desde que ele desceu de categoria - e Demian agora figura entre os possíveis candidatos a uma disputa de título entre os meio-médios (o canadense Georges St-Pierre é o campeão).

Leia também:

UFC enfim cria ranking - mas Dana é quem vai decidir lutas

Franquia faz mistério sobre cidade do próximo evento no Brasil

As revanches que cativam os fãs de MMA (e rendem milhões)

Por que Anderson Silva é o 'Jon Jones' de Georges St-Pierre

UFC abre as portas para mulheres. Ronda Rousey é a primeira O card principal da noitada de lutas no hotel Mandalay Bay começou com o duelo entre Joseph Benavidez e Ian McCall. Depois de três rounds muito equilibrados, Benavidez foi declarado vencedor por decisão dos juízes. No card preliminar, o brasileiro Gleison Tibau começou bem seu combate, mas acabou perdendo para o americano Evan Dunham, também por pontos. Antes, Tyron Woodley nocauteou Jay Hieron logo no primeiro minuto do primeiro round; Bobby Green derrotou Jacob Volkmann por finalização no terceiro round; Isaac Vallie-Flagg derrotou Yves Edwards por decisão dos juízes; Dustin Kimura derrotou Chico Camus por finalização no terceiro round; e Francisco Rivera nocauteou Edwin Figueroa no segundo round. Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

TAGs:
UFC