Mais Lidas

  1. Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

    Entretenimento

    Zezé Di Camargo alfineta Wesley Safadão: 'Emergente'

  2. Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

    Entretenimento

    Gospel Ana Paula Valadão é criticada por foto no velório da avó

  3. Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após viagem oficial com Lula à África

    Brasil

    Delator de Paulo Bernardo intermediou negócio milionário após...

  4. Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

    Entretenimento

    Laura Keller provoca Simony, a 'surtada', pelo Instagram

  5. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  6. Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

    Entretenimento

    Derrota no 'Power Couple' faz Simony perder a linha

  7. STF manda para Justiça de Brasília denúncia contra Lula

    Brasil

    STF manda para Justiça de Brasília denúncia contra Lula

  8. Processos contra Lula na Lava Jato chegam a Moro

    Brasil

    Processos contra Lula na Lava Jato chegam a Moro

Sex Pistols rejeitam Olimpíada, que pode ter Paul e Stones

Ícone punk recusou convite para participar da festa de encerramento dos Jogos

- Atualizado em

Paul McCartney durante seu primeiro show no Morumbi, da turnê "Up and Coming"
Paul McCartney durante seu primeiro show no Morumbi, da turnê "Up and Coming"(Marcos Hermes/Divulgação/VEJA)

Com o "não" dos Pistols, o comitê londrino estaria disposto a tentar costurar uma improvável reunião dos remanescentes do The Clash

Apesar do risco de forçar a família real britânica a ouvir ao vivo God Save the Queen, música recheada de xingamentos contra a rainha Elizabeth, o Comitê Organizador Local da Olimpíada de Londres-2012 convidou os Sex Pistols para a cerimônia de encerramento dos Jogos, na noite de 12 de agosto. Mas a banda, ícone da cultura punk britânica no final dos anos 1970, recusou o convite para se apresentar na festa. De acordo com a edição desta terça-feira do jornal londrino The Times, os Pistols foram chamados para representar o punk rock no show, que terá uma sequência de apresentações musicais chamada de "Sinfonia de Música Britânica", para retratar a história do pop no país. No mesmo dia, um show no Hyde Park terá The Specials, New Order e Blur, na última apresentação da carreira.

A resposta negativa ao convite segue a postura pública da banda, de aversão ao establishment - o grupo também não se apresentou quando entrou para o Hall da Fama do Rock, em 2006. Apesar disso, os membros remanescentes (o ex-baixista Sid Vicious morreu) ainda se reúnem esporadicamente três décadas depois do rompimento oficial para realizar turnês ocasionais, consideradas caça-níqueis pela maioria dos fãs. Com o "não" dos Pistols, o comitê londrino estaria disposto a tentar costurar uma reunião dos integrantes remanescentes do The Clash, outro patrimônio do punk britânico - e que, de quebra, ainda é responsável por uma das mais famosas canções pop sobre Londres, o clássico London Calling.

A banda, porém, sempre rejeitou as ofertas para se reunir desde o fim oficial de sua carreira, em 1986. Além das brigas entre seus integrantes, principal causa do rompimento, há um obstáculo intransponível para que a reunião seja concretizada do jeito que os fãs sempre esperavam - o principal integrante do Clash, Joe Strummer, morreu há dez anos. Mesmo com a dificuldade de se achar um representante do punk rock para a festa, quem gosta de música não vai se decepcionar com a festa de encerramento da Olimpíada. Artistas como Paul McCartney, Rolling Stones e Elton John deverão participar da cerimônia, que deverá acompanhada por mais de 750 milhões de pessoas em todo o mundo. Paul e os Stones já têm no currículo participações em megaeventos esportivos - ambos já tocaram no Super Bowl, a grande final do futebol americano (confira nos vídeos abaixo).

(Com agência Gazeta Press)

TAGs:
Elton John
Paul Mccartney
Rolling Stones
Jogos Olímpicos
Olimpíada