tarja tema Motor

Automóvel

As novidades do Salão do Automóvel de Detroit 2013

Mostra celebra recuperação da indústria automobilística americana

  • Ferrari F12berlinetta - A Ferrari mais potente da história finalmente deu o ar da graça em Detroit, quase 12 meses após ter sido apresentada pela primeira vez ao público, no Salão de Genebra, na Suíça, em março de 2012. A substituta da 599 Fiorano traz um motor V12 6.3 capaz de produzir 740 cv de potência a 8.500 rpm e 70 kgfm de torque

    Foto: Newspress.co.uk

  • Chevrolet Corvette Stingray - Considerado a vedete desta edição do salão, o novo Corvette Stingray não deve vir ao Brasil. A sétima geração do esportivo símbolo dos EUA é equipada com um motor V8 6.2 de 450 cv e 62,2 kgfm de torque e está associado a um câmbio manual de sete marchas ou a uma transmissão automática de seis velocidades. A General Motors diz que a versão manual atinge os 100 km/h em menos de 4 segundos

    Foto: Newspress.co.uk

  • Hyundai HCD-14 Genesis - De visual futurista e recheado de tecnologias inovadoras, o conceito faz uma prévia visual da próxima geração de modelos de luxo da marca coreana. Além do motor Tau V8 5.0, com injeção direta de combustível, outro destaque do carro-conceito de luxo é um dispositivo capaz de acionar funções por meio do movimento dos olhos

    Foto: Newspress.co.uk

  • Audi RS7 - Ainda não se sabe ao certo quando ele desembarca no país, mas isso é uma questão de tempo. O novo sedã esportivo, que passa a ocupar o lugar deixado pelo RS6, cuja produção foi encerrada, vem com motor V8 4.0 turbo, de injeção direta de combustível, capaz de gerar 567 cv de potência e 71,4 kgfm de torque máximo, e tração integral quattro. De acordo com a Audi, ele acelera de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e alcança a máxima de 305 km/h

    Foto: Newspress.co.uk

  • Audi SQ5 - A versão mais nervosa do jipinho Q5 chega ao Brasil até dezembro deste ano, pouco depois de seu lançamento nos Estados Unidos. Quem promete é a filial brasileira da Audi. O modelo estreia em Detroit equipado com motor V6 3.0, com 354 cv de potência e 48 kgfm de torque. Com esta configuração, o SUV compacto está apto a atingir 250 km/h de velocidade máxima e acelerar de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos

    Foto: Newspress.co.uk

  • Bentley Continental GTC Speed - A Bentley garante que ele é o conversível de quatro lugares mais veloz do mundo. Não é para menos. O luxuoso Continental GTC Speed atinge 325 km/h de velocidade máxima e faz o 0 a 100 km/h em meros 4,4 segundos. Para tirar as quase 2,5 toneladas de peso do carro da inércia entra em ação um motor W12 6.0 biturbo apto a entregar 625 cv de potência e 81,6 kgfm de torque e que está acoplado a um câmbio é automático de oito marchas

    Foto: Newspress.co.uk

  • BMW Série 4 Coupé Concept - Por enquanto, ele ainda é um protótipo, mas deve ganhar as linhas de produção em breve. O novo Série 4 substituirá o cupê Série 3, que deixou de ser fabricado. Além das linhas agressivas da carroceria, o carro-conceito exibe rodas de liga leve de 20 polegadas e faróis com diodos luminosos (leds). Dados técnicos, como especificações de motor e câmbio, e informações sobre o desempenho do protótipo não foram reveladas pela BMW

    Foto: Newspress.co.uk

  • Dodge Dart GT - A versão esportiva do novo Dart conta com itens diferenciados em relação ao modelo convencional, como lanternas com leds, rodas de liga leve aro 18 e suspensão rebaixada. O sedã vem com motor MultiAir, produzido pela Fiat, de quatro cilindros 2.4 de 186 cv

    Foto: Newspress.co.uk

  • Honda Urban SUV Concept - Destaque da Honda no Salão de Detroit, o protótipo antecipa a próxima geração do monovolume Fit, com previsão de lançamento para 2014. O utilitário, por sua vez, só deve chegar às ruas do Japão no fim do ano que vem e pode aportar no Brasil para brigar com o Ford EcoSport, referência no mercado de SUVs compactos nacional

    Foto: Newspress.co.uk

  • Infiniti Q50 - Lançamento mundial da divisão de luxo da Nissan e cotado para desembarcar no Brasil a partir de meados de 2014, o sedã é empurrado por um motor V6 3.7 de 328 cv, a combustão, mas também poderá vir com um sistema híbrido com motor V6 3.5 de 296 cv associado a um gerador elétrico que soma mais 58 cv à potência total

    Foto: Newspress.co.uk

  • Jeep Grand Cherokee - Um dos principais destaques da Chrysler, o jipão mostra sua reestilização de meia-vida, aquela em que as partes frotal e traseira são os principais alvos. No caso do SUV, os faróis, a grade frontal e os para-choques são novos. Mas as novidades não se resumem à parte estética. O novo motor V6 3.0 litros, turbodiesel, de 243 cv e 58,1 kgfm de toque passa a equipar o modelo, que deve estrear no Brasil no ano que vem

    Foto: Newspress.co.uk

  • Maserati Quattroporte - De olho nos consumidores endinheirados norte-americanos, a marca de esportivos de luxo italiana mostra em Detroit a sexta e nova geração do sedã. Há duas opções de motorização: um V6 3.0 biturbo, de 410 cv e 56 kgfm de torque, a gasolina, ou um V8 3.8, também biturbo, capaz de gerar 530 cv e 72,4 kgfm. O câmbio é automático de oito marchas, com versões de tração traseira e integral nas quatro rodas

    Foto: Newspress.co.uk

  • Mercedes-Benz Classe E - Renovado após quatro anos, o classudo Classe E passa a ostentar contornos mais retilíneos em comparação ao antecessor. Em Detroit estão sendo apresentadas as configurações sedã e perua, sendo que a motorização parte de um 2.1 litro, a diesel, de 190 cv, podendo chegar a um poderoso V8 5.5 litros, com 402 cv. Há ainda uma versão híbrida equipada com propulsor a combustão de 302 cv

    Foto: Newspress.co.uk

  • Mercedes-Benz Classe E63 AMG - A opção mais apimentada do sedã de luxo traz debaixo do capô o bloco V8 5.5 de 402 cv

    Foto: Newspress.co.uk

  • Mini Paceman JCW - O último integrante da família Mini mostra pela primeira vez sua versão John Cooper Works ao público de Detroit. Equipado com um motor 1.6 litro turbo de 218 cv e de até 30,6 kgfm de torque, o JCW passa a ser o mais potente da gama Paceman. De acordo com o fabricante, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7 segundos, com máxima de 225 km/h

    Foto: Newspress.co.uk

  • Nissan Versa - Mas pode me chamar de Tiida. A nova geração do hatch médio chega a Detroit completamente renovado e com características de um autêntico monovolume - carroceria mais alta, capô curto e grande área envidraçada -, e ainda com grandes chances de ser vendido no Brasil. O novo Versa compartilha a mesma plataforma usada no compacto March e no sedã Versa vendidos por aqui

    Foto: Newspress.co.uk

  • Porsche Cayman - Lançado em dezembro último durante o Salão de Los Angeles, nos EUA, e com estreia no Brasil confirmada para março, o cupê de entrada da Porsche faz sua aparição na Costa Leste dos EUA. Mais baixo, mais comprido, leve e rápido que a versão anterior, o novo Cayman vem com motor de seis cilindros boxer, 2.7 litros e 27 cv de potência

    Foto: Newspress.co.uk

  • SRT Viper - Estar diante de um Viper nunca é demais. Pensando nisso, a SRT, marca pertencente ao grupo Chrysler, levou a nova geração do esportivo à Detroit para marcar presença no salão - principalmente diante de um concorrente de peso, o novo Chevrolet Corvette Stingray. Revelado em abril do ano passado, em Nova York, o novo Viper chegou a ser mostrado também no Salão de São Paulo, em outubro último, mas não tem previsão para ser vendido no Brasil

    Foto: Newspress.co.uk

  • Toyota Furia - Apontado como a próxima geração do veterano sedã Corolla, o Furia exibe visual agressivo, com traços afiados, presentes principalmente nos faróis, lanternas, espelhos retrovisores externos e maçanetas. O Furia, que ainda é um carro-conceito, mede 4,62 metros de comprimento, e 2,70 m, de distância entre-eixos. As rodas, por sua vez, tem aro 19 polegadas, conjunto óptico com leds integrados e componentes feitos de fibra de carbono

    Foto: Newspress.co.uk

  • Volkswagen CrossBlue - No Salão de São Paulo foi o jipinho conceito Taigun. Em Detroit, a vez é do jipão híbrido CrossBlue, com capacidade para acomodar seis pessoas em assentos individuais. De acordo com a VW, ele mede 5 m de comprimento e vem com um sistema plug-in associado a um motor a diesel capaz de consumir 37,8 km/l de combustível

    Foto: Newspress.co.uk

Foto 0 / 20

Ampliar Fotos

A edição deste ano do Salão de Detroit, nos Estados Unidos, tem um significado especial. Ela marca a retomada da indústria automobilística americana após a grave crise que atingiu a economia dos EUA em setembro de 2008 e que provocou um tsunami no setor. Entre as consequências do colapso econômico estão o fechamento de dezenas de fábricas no país, o corte de milhares de postos de trabalho e o socorro financeiro concedido pelo governo Barack Obama ao grupo General Motors, um dos mais tradicionais do país e que esteve bem perto da falência. Uma prova da superação das montadoras locais é o volume de emplacamentos de automóveis novos registrado em 2012: 14,5 milhões, o melhor resultado nos últimos cinco anos e o que faz as montadoras respirarem aliviadas. Os organizadores do Salão de Detroit, que abre as portas ao público neste sábado, prometem mais de 50 lançamentos, a maioria mundiais, e parte deles terá como destino final o Brasil.

Leia também:
Os 20 modelos mais vendidos nos EUA em 2012

Os carrões de Cristiano Ronaldo, viciado em velocidade
Lamborghini Sesto Elemento: só 20 no mundo. A R$ 5 milhões cada
EcoSport ganha câmbio automático e tração 4x4: preços vão de R$ 63.390 a R$ 74.590

Test drive: o novo EcoSport, todo novo mesmo, e bem melhor
Os modelos que saíram de linha em 2012
Os modelos que estarão nas lojas brasileiras em breve
As últimas informações sobre lançamentos, recall, test drives e mercado

Acompanhe VEJA Esportes no Facebook
Siga VEJA Esportes no Twitter

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados