Mais Lidas

  1. Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e frieza’, diz irmã

    Entretenimento

    Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e...

  2. Afastado do Planejamento, Jucá ocupa tribuna do Congresso e provoca bate-boca

    Brasil

    Afastado do Planejamento, Jucá ocupa tribuna do Congresso e provoca...

  3. Ouça a conversa entre Ana Hickmann e fã que a atacou

    Entretenimento

    Ouça a conversa entre Ana Hickmann e fã que a atacou

  4. Aliados de Dilma entram em campo para impedir votação da nova meta

    Brasil

    Aliados de Dilma entram em campo para impedir votação da nova meta

  5. Bruna Linzmeyer sensualiza após ataques homofóbicos no Instagram

    Entretenimento

    Bruna Linzmeyer sensualiza após ataques homofóbicos no Instagram

  6. Congresso destrava pauta e abre caminho para votação da nova meta fiscal

    Brasil

    Congresso destrava pauta e abre caminho para votação da nova meta...

  7. Temer bate na mesa e diz que sabe o que fazer no governo: 'Eu tratava com bandidos'

    Brasil

    Temer bate na mesa e diz que sabe o que fazer no governo: 'Eu...

  8. Morre, aos 65, o criminalista Arnaldo Malheiros Filho

    Brasil

    Morre, aos 65, o criminalista Arnaldo Malheiros Filho

Palmeiras decepciona e perde em casa para o Nacional

Equipe brasileira acerta bola na trave nos acréscimos, mas não consegue evitar derrota por 2 a 1; resultado deixou time uruguaio na liderança do Grupo 2 da Libertadores

- Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


Como aconteceu diante do Rosario Central, na semana passada, o Palmeiras teve um jogo eletrizante na noite desta quarta-feira, com emoção até o último minuto. Desta vez, porém, sem ter motivos para sorrir. Derrota por 2 a 1 para o Nacional, do Uruguai, no Allianz Parque, pela Libertadores. O resultado decepcionou os mais de 37 mil torcedores que foram ao estádio e tirou a equipe brasileira da liderança do Grupo 2, que agora tem o próprio Nacional na ponta.

O jogo - A equipe uruguaia complicou o jogo para o Palmeiras em apenas três minutos no primeiro tempo, quando marcou duas vezes, aos 37 e 40 minutos, e abriu uma enorme vantagem de 2 a 0. No primeiro gol, Nico López recebeu no meio da área e teve tranquilidade de driblar Fernando Prass antes de finalizar. Em seguida, nova pane da defesa palmeirense: Barcia aproveitou lançamento e, livre, chutou forte na saída do goleiro.

O drama do time da casa diminuiu um pouco depois que o Nacional ficou com um a menos, aos 43. O lateral Fucile foi expulso por falta dura em Gabriel Jesus. Nos acréscimos do eletrizante primeiro tempo, o jovem atacante do Palmeiras descontou aproveitando uma sobra dentro da área.

Com um a mais durante todo o segundo tempo, a equipe brasileira pressionou e transformou a partida em um jogo de ataque contra defesa. Abusando da cera e das reclamações, o Nacional segurava o resultado. O time uruguaio ainda teve um segundo expulso nos acréscimos, o brasileiro Léo Gamalho, por acertar Egídio. Aos 49, um lance incrível: após cobrança de falta para a área, a bola sobrou para o lateral Lucas, que acertou a trave. Prass estava na área para tentar salvar o time mais uma vez. Desespero sem fim até os últimos minutos e que não adiantou de nada. O Palmeiras mais uma vez não fez a sua parte.

(Com Estadão Conteúdo)

TAGs:
Palmeiras