Mais Lidas

  1. Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

    Brasil

    Justiça de SP envia a Moro pedido de prisão de Lula

  2. Bloqueio do WhatsApp deve ser decidido pelo STF

    Brasil

    Bloqueio do WhatsApp deve ser decidido pelo STF

  3. Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

    Entretenimento

    Sasha Meneghel vai fazer faculdade nos Estados Unidos

  4. 'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

    Entretenimento

    'Game of Thrones' pode mostrar cena decisiva no próximo episódio

  5. Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

    Brasil

    Barraco na comissão do impeachment: 'Vamos falar lá fora, seu m...'

  6. Johnson & Johnson terá que pagar US$ 55 milhões para cliente vítima de câncer

    Economia

    Johnson & Johnson terá que pagar US$ 55 milhões para cliente vítima...

  7. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  8. Cliente quer mais café no copo - e pede US$ 5 milhões em ação contra a Starbucks

    Economia

    Cliente quer mais café no copo - e pede US$ 5 milhões em ação...

Júnior Cigano bate Frank Mir e mantém cinturão do UFC

Entre os outros brasileiros que lutaram na noite, Glover Teixeira venceu e Edson Barboza, Diego Brandão e Antônio Pezão perderam em Las Vegas

- Atualizado em

Júnior Cigano acerta Frank Mir em sua primeira defesa de cinturão. O brasileiro venceu por nocaute no segundo assalto, em Las Vegas
Júnior Cigano acerta Frank Mir em sua primeira defesa de cinturão. O brasileiro venceu por nocaute no segundo assalto, em Las Vegas(Julie Jacobson/AP/VEJA)

Cigano acertou uma combinação que deixou o adversário sem reação. "Minha mão está muito dolorida", afirmou o brasileiro

O brasileiro Júnior Cigano continua sendo o campeão dos pesados do UFC. O catarinense de 27 anos nocauteou o americano Frank Mir no segundo round e venceu sua primeira defesa de cinturão no UFC 146, em Las Vegas, na madrugada deste domingo. Cigano confirmou que tem alguns dos melhores golpes de boxe da franquia e nem precisou dos cinco rounds que eram esperados para a noite. Entre os outros brasileiros, Glover Teixeira estreou com vitória, Edson Barboza foi nocauteado no primeiro round, Diego Brandão perdeu por decisão dos juízes e Antônio Pezão foi nocauteado no primeiro round.

O campeão Júnior Cigano começou estudando seu desafiante e tentando distanciar os golpes do adversário Frank Mir, que tinha esperança de levar a luta para o chão. Com ótima defesa de queda, na volta para o segundo round, Cigano continuou acertando belos golpes de boxe, deu oportunidade para Mir se levantar, e na sequência acertou uma combinação que deixou o adversário sem reação no chão do octógono. "Minha mão está muito dolorida", disse, sorrindo, depois do nocaute. "Gostaria de mandar um abraço especial para Salvador e Caçador, minha cidade natal", discursou ele após a vitória. Na segunda luta mais importante da noite, Cain Velasquez mostrou que tem potencial para recuperar o cinturão dos pesados. O americano descendente de mexicanos partiu para cima do brasileiro Antônio Pezão, estreante no UFC, e logo nas primeira cotoveladas sangrou o supercílio do adversário. O juiz parou para Pezão ser atendido pelos médicos, mas logo em seguida Velasquez foi declarado vencedor. Depois de emagrecer vários quilos com o apelo do presidente Dana White, o ainda gordinho Roy Nelson, vencedor da décima edição do reality show The Ultimate Fighter, entrou no octógono com esperança de nocaute. E Roy Nelson cumpriu a promessa ainda no primeiro round, em menos de um minuto, e venceu o americano Dave Herman. No primeiro confronto do card principal, o holandês Stegan Struve surpreendeu os fãs da categoria peso-pesado e venceu o americano Lavar Johnson com uma chave de braço ainda no primeiro round. Na luta seguinte, o croata Stipe Miocic conseguiu bons socos e venceu o americano Shane Del Rosário. No card preliminar, o estreante Glover Teixeira, primeiro brasileiro a entrar no octógono, venceu Kyle Kingsbury por finalização no primeiro round. Depois foi a vez de Edson Barboza, que venceu com um belo chute no segundo UFC Rio, em janeiro, mostrar serviço nos Estados Unidos, mas o brasileiro foi nocauteado pelo americano Terry Etim. Em sua primeira luta depois de vencer o reality show The Ultimate Fighter, o cearense Diego Brandão começou arrasador, mas perdeu por decisão dos juízes.
TAGs:
Dana White
Junior Cigano
UFC