Tarja do tema UFC

MMA

Júnior Cigano bate Frank Mir e mantém cinturão do UFC

Entre os outros brasileiros que lutaram na noite, Glover Teixeira venceu e Edson Barboza, Diego Brandão e Antônio Pezão perderam em Las Vegas

Júnior Cigano acerta Frank Mir em sua primeira defesa de cinturão. O brasileiro venceu por nocaute no segundo assalto, em Las Vegas

Júnior Cigano acerta Frank Mir em sua primeira defesa de cinturão. O brasileiro venceu por nocaute no segundo assalto, em Las Vegas (Julie Jacobson/AP)

Cigano acertou uma combinação que deixou o adversário sem reação. “Minha mão está muito dolorida", afirmou o brasileiro

O brasileiro Júnior Cigano continua sendo o campeão dos pesados do UFC. O catarinense de 27 anos nocauteou o americano Frank Mir no segundo round e venceu sua primeira defesa de cinturão no UFC 146, em Las Vegas, na madrugada deste domingo. Cigano confirmou que tem alguns dos melhores golpes de boxe da franquia e nem precisou dos cinco rounds que eram esperados para a noite. Entre os outros brasileiros, Glover Teixeira estreou com vitória, Edson Barboza foi nocauteado no primeiro round, Diego Brandão perdeu por decisão dos juízes e Antônio Pezão foi nocauteado no primeiro round. 

O campeão Júnior Cigano começou estudando seu desafiante e tentando distanciar os golpes do adversário Frank Mir, que tinha esperança de levar a luta para o chão. Com ótima defesa de queda, na volta para o segundo round, Cigano continuou acertando belos golpes de boxe, deu oportunidade para Mir se levantar, e na sequência acertou uma combinação que deixou o adversário sem reação no chão do octógono. “Minha mão está muito dolorida", disse, sorrindo, depois do nocaute. "Gostaria de mandar um abraço especial para Salvador e Caçador, minha cidade natal”, discursou ele após a vitória.
 
Na segunda luta mais importante da noite, Cain Velasquez mostrou que tem potencial para recuperar o cinturão dos pesados. O americano descendente de mexicanos partiu para cima do brasileiro Antônio Pezão, estreante no UFC, e logo nas primeira cotoveladas sangrou o supercílio do adversário. O juiz parou para Pezão ser atendido pelos médicos, mas logo em seguida Velasquez foi declarado vencedor. Depois de emagrecer vários quilos com o apelo do presidente Dana White, o ainda gordinho Roy Nelson, vencedor da décima edição do reality show The Ultimate Fighter, entrou no octógono com esperança de nocaute. E Roy Nelson cumpriu a promessa ainda no primeiro round, em menos de um minuto, e venceu o americano Dave Herman.
 
No primeiro confronto do card principal, o holandês Stegan Struve surpreendeu os fãs da categoria peso-pesado e venceu o americano Lavar Johnson com uma chave de braço ainda no primeiro round. Na luta seguinte, o croata Stipe Miocic conseguiu bons socos e venceu o americano Shane Del Rosário. No card preliminar, o estreante Glover Teixeira, primeiro brasileiro a entrar no octógono, venceu Kyle Kingsbury por finalização no primeiro round. Depois foi a vez de Edson Barboza, que venceu com um belo chute no segundo UFC Rio, em janeiro, mostrar serviço nos Estados Unidos, mas o brasileiro foi nocauteado pelo americano Terry Etim. Em sua primeira luta depois de vencer o reality show The Ultimate Fighter, o cearense Diego Brandão começou arrasador, mas perdeu por decisão dos juízes. 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados