Mais Lidas

  1. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  2. Secretário-geral da OEA invoca cláusula democrática por crise na Venezuela

    Mundo

    Secretário-geral da OEA invoca cláusula democrática por crise na...

  3. Doença que causa feridas e desfigura o rosto das vítimas está se espalhando no Oriente Médio

    Mundo

    Doença que causa feridas e desfigura o rosto das vítimas está se...

  4. Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre caso de estupro

    Entretenimento

    Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre...

  5. Conselho do MP nega pedido de Lula para afastar procurador da Lava Jato

    Brasil

    Conselho do MP nega pedido de Lula para afastar procurador da Lava...

  6. Comissão dá prazo de 20 dias para ministros de Temer se defenderem de acusações do PT

    Brasil

    Comissão dá prazo de 20 dias para ministros de Temer se defenderem...

  7. Ex-ministros de Dilma e ex-presidentes da Petrobras e Correios vão receber salário por 6 meses

    Brasil

    Ex-ministros de Dilma e ex-presidentes da Petrobras e Correios vão...

  8. Odebrecht assina pré-acordo de delação premiada

    Brasil

    Odebrecht assina pré-acordo de delação premiada

Juiz flamenguista faz piada com Vasco em sentença

Torcedor pede indenização por ter o sinal de TV interrompido durante exibição dos jogos, e juiz diz que caso não é tão grave para times que foram rebaixados

- Atualizado em

juíz
Juiz deixa claro na sentença preferência pelo flamengo(Thinkstock/VEJA)

Um torcedor do Vasco entrou na Justiça contra uma empresa de TV por assinatura que interrompeu os serviços de transmissão do Campeonato Brasileiro alegando falta de documentação. Elizeu Passos Caldas, que garante ter cumprido todas as exigências, pediu indenização por danos morais por não ter conseguido assistir aos jogos do seu time na televisão.

O juiz André Luiz Nicolitt deferiu o pedido - mas "em termos". Segundo o magistrado, o dano é menor porque o Vasco já foi rebaixado. "Não é possível comparar a frustração de não poder ver um jogo de times que já frequentaram a segunda ou terceira divisão com aqueles que nunca estiveram nestes submundos", diz a sentença.

Ainda de acordo com Nicolitt, o valor de indenização poderia ser maior se o torcedor autor da ação fosse flamenguista. "Exemplificando, se fosse o Fluminense, por ter jogado a terceira (divisão), valor ínfimo, o Vasco e Botafogo, por terem jogado a segundona, um pouco maior, já o glorioso Clube Regatas do Flamengo, que jamais frequentou ou frequentará tais submundos, o dano seria expressivo".

A empresa de TV por assinatura foi indenizada a pagar 2.000 reais - quantia considerada "razoável" pelo magistrado.

TAGs:
Brasileirão
Flamengo
Vasco da Gama
Rio de Janeiro
Justiça