Tarja Copa Libertadores da América 2012

Libertadores

Flamengo vacila e cede empate ao Olímpia após abrir 3 a 0

Equipe carioca levou três gols nos últimos 15 minutos e deixou a vitória escapar

Vagner Love em disputa de bola com jogadores do Olímpia

Apesar do tropeço, Flamengo ainda é líder do Grupo 2 (Wagner Meier / Fotoarena)

A noite parecia de festa. Faixas e bandeiras não escondiam a vontade da torcida rubro-negra pela volta de Adriano. Ronaldinho Gaúcho e Vagner Love tinham grande atuação e o Flamengo vencia o Olímpia, do Paraguai, por 3 a 0, pela Libertadores nesta quinta à noite, no Engenhão. Mas o que era, até aquele momento, a melhor partida do time no ano acabou virando tragédia após a reação heroica dos paraguaios nos 15 minutos finais da partida. No final, o empate em casa por 3 a 3 teve um sabor amargo para os cariocas.

O jogo - Em uma primeira etapa equilibrada, o Flamengo saiu na frente se aproveitando da qualidade de seus jogadores. Vagner Love fez jogada individual e deixou Bottinelli na cara do gol. O argentino tocou com categoria por cima do goleiro Silva para abrir o placar.

"Estamos bem, fizemos um gol. A torcida pressiona para atacarmos, mas é preciso paciência", pediu Ronaldinho na saída para o intervalo.

O Flamengo voltou para o segundo tempo pressionando o Olímpia e logo ampliou a vantagem. Aos 11, Vagner Love tabelou com Luiz Antônio e foi derrubado por Silva na área. Ronaldinho cobrou bem e ampliou. Animado, o meia deu um passe de muita visão para Luiz Antônio chutar no canto e marcar o terceiro, aos 19.

Perdendo por 3 a 0, o Olímpia mostrou um incrível poder de reação e saiu em busca do empate. Primeiro diminuiu em cobrança de falta violenta de Zeballos. Mais tarde, aos 39 minutos, Caballero chutou cruzado e Paulo Victor não conseguiu alcançar: 3 a 2. A partida, então, ganhou uma tensão inesperada. E a tragédia acabou se consumando aos 44. Bola perdida na intermediária e Marín apareceu livre para chutar cruzado e igualar a partida e decretar a decepção rubro-negra no Engenhão.

"Não tem como explicar um resultado desse. Tomamos gols que não podíamos tomar e sofremos um empate com sabor de derrota. Agora vamos ter quer buscar esses pontos fora de casa", disse um aborrecido Vagner Love, ao fim do confronto.

Apesar da frustração, o Flamengo continua na liderança do equilibrado Grupo 2, com cinco pontos. O Olímpia, com quatro, é o segundo, empatado com o Lanús, da Argentina. O Emelec, do Equador, tem três. Brasileiros e paraguaios voltam a se enfrentar dia 28, desta vez no Paraguai, em partida que se tornou chave para as duas equipes.

(Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados