Mais Lidas

  1. STF barra crédito extra de 100 milhões de reais para publicidade do governo

    Brasil

    STF barra crédito extra de 100 milhões de reais para publicidade do...

  2. Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

    Brasil

    Justiça bloqueia bens do senador Lindbergh Farias

  3. Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

    Brasil

    Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

  4. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  5. Cunha chama reajuste no Bolsa Família de irresponsabilidade fiscal

    Brasil

    Cunha chama reajuste no Bolsa Família de irresponsabilidade fiscal

  6. 1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

    Brasil

    1º de Maio: Dilma oficializa reajuste de 9% no Bolsa Família

  7. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  8. Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

    Mundo

    Família real britânica divulga fotos da princesa Charlotte

Flamengo vacila e cede empate ao Olímpia após abrir 3 a 0

Equipe carioca levou três gols nos últimos 15 minutos e deixou a vitória escapar

- Atualizado em

Vagner Love em disputa de bola com jogadores do Olímpia
Apesar do tropeço, Flamengo ainda é líder do Grupo 2(Wagner Meier / Fotoarena/VEJA)

A noite parecia de festa. Faixas e bandeiras não escondiam a vontade da torcida rubro-negra pela volta de Adriano. Ronaldinho Gaúcho e Vagner Love tinham grande atuação e o Flamengo vencia o Olímpia, do Paraguai, por 3 a 0, pela Libertadores nesta quinta à noite, no Engenhão. Mas o que era, até aquele momento, a melhor partida do time no ano acabou virando tragédia após a reação heroica dos paraguaios nos 15 minutos finais da partida. No final, o empate em casa por 3 a 3 teve um sabor amargo para os cariocas.

O jogo - Em uma primeira etapa equilibrada, o Flamengo saiu na frente se aproveitando da qualidade de seus jogadores. Vagner Love fez jogada individual e deixou Bottinelli na cara do gol. O argentino tocou com categoria por cima do goleiro Silva para abrir o placar.

"Estamos bem, fizemos um gol. A torcida pressiona para atacarmos, mas é preciso paciência", pediu Ronaldinho na saída para o intervalo.

O Flamengo voltou para o segundo tempo pressionando o Olímpia e logo ampliou a vantagem. Aos 11, Vagner Love tabelou com Luiz Antônio e foi derrubado por Silva na área. Ronaldinho cobrou bem e ampliou. Animado, o meia deu um passe de muita visão para Luiz Antônio chutar no canto e marcar o terceiro, aos 19.

Perdendo por 3 a 0, o Olímpia mostrou um incrível poder de reação e saiu em busca do empate. Primeiro diminuiu em cobrança de falta violenta de Zeballos. Mais tarde, aos 39 minutos, Caballero chutou cruzado e Paulo Victor não conseguiu alcançar: 3 a 2. A partida, então, ganhou uma tensão inesperada. E a tragédia acabou se consumando aos 44. Bola perdida na intermediária e Marín apareceu livre para chutar cruzado e igualar a partida e decretar a decepção rubro-negra no Engenhão.

"Não tem como explicar um resultado desse. Tomamos gols que não podíamos tomar e sofremos um empate com sabor de derrota. Agora vamos ter quer buscar esses pontos fora de casa", disse um aborrecido Vagner Love, ao fim do confronto.

Apesar da frustração, o Flamengo continua na liderança do equilibrado Grupo 2, com cinco pontos. O Olímpia, com quatro, é o segundo, empatado com o Lanús, da Argentina. O Emelec, do Equador, tem três. Brasileiros e paraguaios voltam a se enfrentar dia 28, desta vez no Paraguai, em partida que se tornou chave para as duas equipes.

(Agência Estado)

TAGs:
Flamengo
Libertadores