Tarja Formula 1 - 2012

Automobilismo

McLaren se destaca nos primeiros treinos na Austrália

Michael Schumacher também brilhou, ficando atrás só de Button e Hamilton

Jenson Button, da McLaren, durante treino livre para o GP da Austrália

Jenson Button, da McLaren, durante treino livre para o GP da Austrália (Paul Crock/AFP/VEJA)

O brasileiro Felipe Massa, que não foi bem nos treinos desta sexta, lamentou as dificuldades que enfrentou durante as sessões

A temporada 2012 da Fórmula 1 começou com a McLaren na frente. Nesta sexta-feira, o inglês Jenson Button anotou o melhor tempo do primeiro dia de treinos livres para o GP da Austrália, que acontecerá neste domingo e abre o Mundial da categoria. Após a atividade, o piloto comemorou a marca de 1min27s560, conseguida na sessão da manhã. "Mesmo que não signifique muito, é sempre bom começar a temporada com o tempo mais rápido do dia. Nosso carro está muito diferente do último teste. O circuito é diferente e a média de velocidade nas curvas é menor, mas o carro está funcionando bem para mim. Ainda há áreas em que podemos melhorar e não conseguimos o número de voltas que gostaríamos, mas foi um dia positivo", disse.

Button foi seguido por seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que conseguiu a marca de 1min27s805, o que confirmou que a McLaren começa bem a temporada. Nos testes de começo do ano, a equipe já havia mostrado sua força, ficando sempre entre as primeiras colocadas. Mesmo assim, os pilotos ainda esperam evolução para a prova deste domingo. "Fiquei feliz, mas ainda haverá muita discussão para decidir o que faremos no fim de semana", disse Button. Hamilton também avaliou a superioridade da McLaren nesta sexta com precaução e apontou que uma melhor análise sobre os favoritos só poderá ser feita depois dos treinos de classificação deste sábado. "Nosso carro está bom, mas, como nos testes, não sabemos o nível de combustível dos outros competidores. Ainda parece parelho entre nós, a Red Bull e a Mercedes."

Bom começo - O alemão Michael Schumacher foi a principal novidade entre os primeiros colocados dos treinos livres para o GP da Austrália. O piloto da Mercedes conseguiu o terceiro tempo mais rápido desta sexta-feira, atrás apenas dos dois carros da McLaren - Jenson Button foi o primeiro -, com a marca de 1min28s235, e deu mostras de que deve brigar pelas primeiras posições na temporada, que começa "promissora", como ele mesmo definiu. "Hoje foi um bom começo para uma temporada que espero que seja emocionante. Certamente foram duas sessões promissoras para nós. No entanto, não iria tão longe ao falar sobre estar confiante, já que as condições do tempo estavam muito irregulares para se ter um retrato claro." As mudanças nas condições do tempo influenciaram principalmente na segunda sessão, que começou sob forte chuva e terminou com pista seca.

Mesmo com um bom desempenho durante todo o primeiro dia oficial da temporada, o alemão apontou que ainda é cedo para analisar suas chances no Mundial. "Sabemos para que servem as sessões de sexta-feira e não sabemos o nível de combustível com que os outros estavam correndo. Por outro lado, é bom ver que estávamos competitivos em diferentes circunstâncias e que o carro estava bom de pilotar. Eu senti isso", afirmou. O brasileiro Felipe Massa, que não foi bem nos treinos desta sexta, lamentou as dificuldades que enfrentou durante as sessões. "Foi um dia muito difícil, porque não conseguimos completar o número de voltas planejado. A chuva complicou as coisas nas duas sessões. Na primeira, eu também saí da pista, o que me custou um pouco de tempo." Massa tem um ano decisivo na Fórmula 1 - se não for bem, deve perder a vaga na Ferrari.

(Com Agência Estado e agência Gazeta Press)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados