Mais Lidas

  1. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  2. Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

    Entretenimento

    Renan Ribeiro, do 'The Voice', morre em acidente de carro

  3. Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança desaparece

    Mundo

    Japão: Pais abandonam filho na floresta para castigá-lo e criança...

  4. Suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de adolescente são considerados foragidos da Justiça

    Brasil

    Suspeitos de envolvimento no estupro coletivo de adolescente são...

  5. Filho de Temer, Michelzinho tem R$ 2 milhões em imóveis em SP

    Brasil

    Filho de Temer, Michelzinho tem R$ 2 milhões em imóveis em SP

  6. Cara Delevingne seria pivô de briga entre Johnny Depp e Amber Heard

    Entretenimento

    Cara Delevingne seria pivô de briga entre Johnny Depp e Amber Heard

  7. Laudo tardio feito em vítima de estupro coletivo não aponta violência

    Brasil

    Laudo tardio feito em vítima de estupro coletivo não aponta violência

  8. Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

    Brasil

    Estupro de jovem de 16 anos no Rio "está provado", diz delegada

Argentina vence o Chile de virada em Santiago

Com gols de Di María e do zagueiro Mercado, equipe argentina faz 2 a 1 e entra na zona de classificação das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018

- Atualizado em

Di Maria comemora gol sobre o Chile, em partida das Eliminatórias Sul-Americanas
Di Maria comemora gol sobre o Chile, em partida das Eliminatórias Sul-Americanas(Martin Bernetti/AFP)

Depois de um início ruim nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, a Argentina mostra sinais de melhora. Em duelo contra o Chile nesta quinta-feira, na reedição da final da Copa América do ano passado, no Estádio Nacional de Santiago, a equipe argentina saiu atrás, mas conseguiu a virada por 2 a 1.

Com o resultado, pela quinta rodada, a Argentina foi a 8 pontos, em quarto, atrás do Paraguai apenas pelo saldo de gols. À frente aparecem o Uruguai, com 9, e o Equador, com 13. Brasil, Chile e Colômbia têm 7 pontos, mas só os brasileiros ainda jogam nesta quinta rodada entre os que lutam pelas primeiras posições - pegam o Uruguai, em Recife.

O jogo - Vindo de derrota para o Uruguai, o Chile precisava se recuperar jogando em casa. Logo aos 5 minutos, porém, perdeu Matias Fernandez, por lesão. Francisco Silva entrou no lugar dele e criou a primeira boa oportunidade, aos 8 minutos, num chute que saiu raspando a trave. Um pouco depois, o Chile abriu o placar. Orellana bateu escanteio pela direita e Felipe Gutiérrez subiu mais que a marcação para marcar.

Com Marcelo Díaz esperando para ser substituído, também machucado, o Chile vacilou na saída de bola e perdeu ela no campo de defesa. A Argentina soube aproveitar bem. Agüero falhou na tentativa de jogada individual, mas acabou ajeitando para Di María, que bateu com a parte de dentro do pé e tirou do alcance de Bravo.

A virada veio num lance de sorte. Após cruzamento na área, Messi dominou perto da linha de fundo e, antes que batesse de novo na bola, Isla tocou nela na tentativa de cortar. Deu para o zagueiro Mercado, do River Plate, que bateu de voleio e fez bonito gol, aos 24 minutos. Era apenas a terceira partida o defensor de 29 anos com a camisa da Argentina.

Com Messi, Di Maria e Agüero no ataque e um meio-campo de marcação no meio, a Argentina controlava o jogo e praticamente não deixou o Chile assustar até o final da partida.

(Com Estadão Conteúdo)