Mais Lidas

  1. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  2. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  3. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  4. Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

    Brasil

    Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

  5. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  6. Denúncia contra Dilma não deve ser ampliada, diz Lira

    Brasil

    Denúncia contra Dilma não deve ser ampliada, diz Lira

  7. FHC presta depoimento à PF sobre acusações de ex-amante

    Brasil

    FHC presta depoimento à PF sobre acusações de ex-amante

  8. Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

    Brasil

    Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

Filme de Woody Allen com Carla Bruni abrirá Festival de Cannes 2011

Principal premiação de cinema francesa tem início no dia 11 de maio

- Atualizado em

Woody Allen, Owen Wilson e Carla Bruni filmam em Paris
(Bertrand Langlois/AFP/VEJA)

O último filme do cineasta americano Woody Allen, Midnight in Paris, cujo elenco inclui a primeira-dama francesa Carla Bruni-Sarkozy, abrirá a próxima edição do Festival de Cinema de Cannes, que começa no dia 11 de maio. A produção - uma comédia romântica estrelada pelas atrizes Marion Cotillard e Kathy Bates e pelos atores Owen Wilson e Adrien Brody - estreará no mesmo dia nos cinemas franceses.

No filme, rodado no ano passado em Paris, Bruni-Sarkozy interpreta o papel de uma guia do Museu Rodin. "Bruni interpretou tão bem seu papel que tudo o que filmamos dela aparecerá no filme, nada será cortado", disse Allen à imprensa, na época das filmagens. O diretor elogiou a atuação da primeira-dama, declarando que ela foi "muito profissional". O presidente francês Nicolas Sarkozy chegou a visitar o set para ver o trabalho da mulher.

"Midnight in Paris é uma maravilhosa carta de amor dedicada a Paris", afirmou Thierry Fremaux, diretor do festival de Cannes. "É um filme no qual Woody Allen olha profundamente para questões levantadas em suas últimas produções: nossa relação com a história, com a arte, com o prazer e com a vida."

O júri de Cannes será presidido este ano pelo ator americano Robert De Niro.

(Com agência France-Presse)

TAGs:
Woody Allen
Carla Bruni