Um Rock in Rio para Lady Gaga

Esquema especial de transporte, bloqueio de vias e policiamento no Parque dos Atletas repetirá o que foi feito no festival. Mecanismo deve ser usado também para Madonna, em dezembro

Por: Cecília Ritto, do Rio de Janeiro - Atualizado em

  • Voltar ao início

  • Todas as imagens da galeria:


O show de Lady Gaga no Rio de Janeiro, no próximo dia 9, vai repetir o planejamento feito para a última edição do Rock in Rio, realizada em 2011. Com menor número de pessoas, a estratégia de bloquei de vias e de esquema especial de transporte será usada para amenizar o impacto da grande movimentação de público pela cidade. O objetivo é 'lapidar' esse tipo de organização para poder reaplicá-la em eventos semelhantes - o próximo grande show do gênero será o da cantora Madonna, em 2 de dezembro.

O Parque dos Atletas, onde foi o Rock in Rio e também será o show de Lady Gaga, suporta público de até 90 mil pessoas. A expectativa é de que 40 mil assistam à cantora na sexta-feira da próxima semana. Os ingressos custam 750 reais, na pista premium, 350 na pista comum e 180 no setor laranja.

Dentro do Parque dos Atletas, haverá 500 seguranças, 85 homens de brigada, quatro postos médicos, oito ambulâncias e 300 funcionários trabalhando na produção do show. No espaço, serão feitas quatro praças de alimentação e 18 microbares. Outros 130 ambulantes circularão pelo local. Serão instalados 222 banheiros químicos.

Homens da secretaria especial de Ordem Pública, que inclui os guardas municipais, começarão a atuar no entorno do local do show, em Jacarepaguá, na quinta-feira, véspera do evento, para combater ambulantes e estacionamento irregular. No total, 472 agentes estarão envolvidos na operação montada pela prefeitura para a apresentação de Lady Gaga no Rio.

O esquema policial, feito pelo 31º BPM (Recreio), inclui 40 PMs em torres de observação e corredores viários. As estações do BRT terão policiamento reforçado. Um grupo de policiais do Batalhão de Choque ficará na entrada principal para evitar tumultos entre os fãs da cantora. A ação da corporação será comandada pela major Fabiana, que estará em um carro de comando no local.

As entradas e saídas dos shows serão patrulhadas por PMs. Policiais a cavalo rodarão as vielas da favela Vila Autódromo, que fica perto do local do show. No Rock in Rio, houve denúncias de que pessoas estavam roubando e fugindo para a favela. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) vai disponibilizar 67 garis e 10 agentes para cuidar da limpeza do entorno do Parque dos Atletas.

Transporte - A opção sugerida pela Empresa de ônibus da Cidade do Rio (Rio Ônibus) é o uso de serviços de ônibus especiais. Os interessados devem comprar um Cartão Jovem Azul com a etiqueta indicativa do show de Lady Gaga, que custa 45 reais. O esquema é igual ao do Rock in Rio. Haverá sete linhas saindo de pontos diferentes da cidade (Rio Sul, Ipanema, Castelo, Santos Dumont, Rodoviária e Tijuca, Norte Shopping e Barra Shopping) entre 14h e 19h. No término do show, serão três as linhas especiais. O esquema de trânsito terá a participação de 250 agentes municipais, auxiliados por 35 viaturas e 50 motos.

Os portões serão abertos às 17 horas e o show da Lady Gaga está previsto para começar às 22h. A apresentação deve durar duas horas e meia.

TAGs:
Lady Gaga
Música Pop
Shows
Cultura Pop