Lenny Kravitz faz apresentação morna no Rock in Rio IV

Apesar da pose, cantor passa quase despercebido pelo palco nesta sexta

Por: Rodrigo Levino, da Cidade do Rock - Atualizado em

Lenny Kravitz durante o show no palco Mundo, no quinto dia do Rock in Rio, em 30/09/2011
Lenny Kravitz durante o show no palco Mundo, no quinto dia do Rock in Rio, em 30/09/2011(Maurício Santana/Grudaemmim/VEJA)

O cantor americano Lenny Kravitz fez uma apresentação morna no Palco Mundo, nesta sexta-feira (30), o quinto dia de shows do Rock in Rio IV. Ao longo de uma hora e 13 canções, Lenny, que se revelou no começo dos anos 1990 fundindo música soul, funk e rock, passou despercebido pela maior parte do público.

Alternando sucessos de outrora com canções do seu novo disco, Black And White America, lançado em setembro, o cantor despertou a atenção da plateia em pontos esparsos do show, como na balada It Ain't Over Till It's Over, a versão de American Woman, originalmente gravada pelo grupo canadense The Guess Who, em 1970, Fly Away, sucesso radiofônico do cantor do fim dos anos 1990, e Let Love Rule, que encerrou o show, música do seu disco de estreia, de 1989. Foi quando o cantor andou entre o público, conseguindo um pouco mais de atenção.

Entre os pontos destacáveis da apresentação, estiveram a banda que acompanha o cantor, donde o groove da chamada "cozinha" (baixo e bateria) sobressairam pela qualidade dos músicos como a baixista Gail Ann Dorsey, que já acompanhou o cantor David Bowie, além de, como desde que foi alçado ao estrelato, a pose irrefreável ostentada por Kravitz. Em excesso na maior parte do tempo.

TAGs:
Rock in Rio
Rio de Janeiro